24 abril, 2015

PAIRAM PASSARALHOS



Recentemente, alguns PASSARALHOS sobrevoaram as redações da mídia impressa e televisada. E a revoada não foi sobre as pequenas empresas do ramo. Ocorreu sobre algumas das principais, aquelas consideradas formadoras de opinião, embora haja discordância.
Obviamente, qualquer situação de desemprego é triste. A não ser quando esta se abate sobre o piloto da forca ou da guilhotina. Porém, alguns dos mais prestigiados e bem pagos jornalistas ou – pior – comentaristas e/ou articulistas, parecem se esquecer que também são empregados, embora atuem como bocas de aluguel. Parecem não perceber que os tapinhas nas costas e os convites para passear em aeronaves públicas não os tornam patrões ou ilustres membros da comitiva governamentais.
Neste exato momento da vida política brasileira, a Câmara dos Deputados acaba de abrir a possibilidade de que, praticamente, todo emprego passe a ostentar o prefixo sub, com as devidas conseqüências salariais. Como tem acontecido em outros momentos de nossa História, os jornalistas ou – pior – comentaristas e/ou articulistas que desfrutam de maior audiência assumem seus postos de correias de transmissão das entidades patronais. Portam-se como se sua existência só seja possível através do sangue alheio.

Pelo que diz o COMUNIQUE-SE, de onde emprestei a imagem acima, há sindicatos de jornalistas empenhando-se em afirmar que jornalista é trabalhador. Tomara as bocas de aluguel acordem. Ou sejam derrubadas do catre esplêndido.
Aliás, de vez em quando, alguma é derrubada, como no caso do imparcialíssimo JABOUR que foi apeado do Estadão.

Ps. 1 – a imagem é do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro.
Ps. 2 – para saber mais, clique nos HYPERLINKS (palavras realçadas).

15 abril, 2015

BOA VIAGEM, PERCY!

Sendo MADE IN BRAZIL, também por isto mesmo, PERCY WEISS foi cantar seus rocks junto a Seixas, o Raul.




Para saber mais, clique nos HYPERLINKS (palavras realçadas)

13 abril, 2015

BOA VIAGEM, GALEANO.

É a mesma viagem, por outras paragens, Cumpadi EDUARDO GALEANO:




AVIDAMUSASUMADIVA

é feito um caminhar de dentro pra fora
até entrar de novo
e sair um outro
d’ outro lado
que é este mesmo
que chamam depois mas que vem antes
assim como cada fim é o principiar de outro
não há paradas saídas entradas
há um caminho a transformar-se enquanto se caminha
assim como
o amanhã de anteontem é o ontem de hoje que é o ontem de amanhã

Ps.: para saber mais clique no HYPERLINK (palavra realçada).