31 dezembro, 2009

CONTO MANEZIM

E aí vai um conto manezinho, quase infantil, composto para ser presente de aniversário e que, também, exprime meu agradecimentoa esta Ilha e seu povo que me trata muito bem. Desejo que vocês gostem de mais estas palavras brincantes.
Bom divertimento!
{8¬)

A PRINCESA DOS INGLESES

Numa ilha quase distante, existe um reino onde gaivotas, ondas e até baleias grandonas com suas filhotas brincabitam felizes. Como em todo reino, nele também há um castelomínio e seus nobres e atarefados desfrutantes.
Antigamente, nos momentos de folguedo, os nobres ocupavam-se em comer, beber e jogar canastra. Talvez, um pouco mais trincas que canastras. Naqueles tempos, o reino era dominado por uma rainha bem diferente daquelas dos contos de fadas: Preta, a rainha dos Ingleses! Preta é diferente das rainhas comuns por seus longos cabelos cobrirem-lhe todo o corpo, balançar a cauda quando está contente e ter a mania de perturbar banhistas e vendedores de queijo coalho que invadem sua praia.
Certo dia, tchan tchan tchan tchannn! Damas, reis e valetes viram as ondas trazendo uma lua crescente flutuando no meio da espuma. Largaram as cartas e correram à praia. Maravilhados, perceberam que não era lua. Era uma baleeira prateada com um presente em sua proa. Um dos nobres disse que devia ser replay de uma história que havia lido num livro antigo e famoso. Entre “ós!” e “olhós!” (ouviu-se até um “olhó lhó!”), lembraram que o Rio Nilo fica bem longe dali. Então, o presente só podia ser mesmo para eles. Ao se aproximarem mais, viram que era uma menininha de cabelos cacheados e olhinhos brilhantes, curiosos. Alguém gritou:
- Ela merece uma festa!
Claro que todos concordaram, né?
E, desde então, os Ingleses ganharam uma princesinha que logo conquistou nobres, gaivotas, ondas e até as baleias grandonas e suas filhotas. O reino e, principalmente, o castelomínio nunca mais foram os mesmos, pois a felicidade de todos passou a ser maior ainda.
Hoje, muito, muito tempo depois, Preta continua reinando. Exceto quando estoura algum rojão. Júlia é quem domina os Ingleses.



Ps.: experimentem os hyperlinks (palavras em destaque)

EM 2010

Bunitinha (aquela por quem meu sinos repicam) mais eu sugerimos a todos:


Ps.: um sorriso é o presente mais baratim e mais rico que se pode oferecer.
{8¬)

27 dezembro, 2009

FLORAIS DE MAR

Para aliviar o possível peso das postagens anteriores, aí vai o poema que tenho o maior prazer de ter cometido. Compus nos meus tempos de SAMBAQUI, depois de me terem recomendado que tomasse FLORAIS DE BACH. Como eu morava quase defronte a finais de tarde como este da imagem acima, resolvi criar meus própios florais.
E os divido com vocês numa tentaivca de retribuir à VIDA, tudo que ela me tem propiciado, através de - é claro! - vocês mesmo.
Brigadim por me permiteirem.
{8¬)
florais de mar

rebanho
em florespumas que brotam aqui e acolá nas cristas fagueiras como meninos no morro do bom brinquedo o coração plenamente consciente de suas dificuldades em existir porém não menos feliz por saber a vida como uma farta mesa posta em festa para orixás e ousar ter prazer em se lambuzar no banquete oferecido para espanto pavor e óbvia repreeeeensão do
rebanho
rebanho
o corpo incapaz do sacrifício de fechar-se a este eterno sussurrar a preencher todas as épocas e esta janela semprevivamente emoldurada onde repentinas quilhas abrem fendas na pseudocalma superfície que guarda a fonte do tudo como se imenso olho verde acenasse a possibilidade de vislumbrar a maravilha da vida em relances imperceptíveis ao
rebanho
rebanho
imersamente flutuantes coração e mente como ave a saltar para o primeiro vôo todos os incontáveis dias da sua existência de ser parte e ser o todo invisível aos que preferem doces promessas de alívio de incensos e essências de fugidios magos modernos que convenientemente interpretam dolorosos desejos foscos frutos da embriaguez do
rebanho
rebanho
me todo dia em flores sons e cores diferentemente igual ao primeiro e a todos os outros banhos de benzeção e carnaval sacra e profanamente em marés que anseio desde as abissais minas minha fonte minha sina como tudo o que há
em florais de mar
me banho
Ps.: clique nos hyperlinks (palavras realçadas) e viaje.
{8¬)

24 dezembro, 2009

PUNK TAMBÉM TEM NATAL

Aí vai uma mensagem de natal um pouco diferente das que estão pululando pelas telas de TV e jornais. Nada tenho contra elas. O caso é que não consigo me esquecer das pessoas que não são contempladas por elas, que não são lembradas por elas. Muito menos, são o público-alvo destas mesmas mensagens.
Antes que outros pensamentos povoem as mentes visitantes, meu momento de vida, pra variar, é ótimo: muitas alegrias e raríssimas tristezas, mesmo que intensas. O objetivo aqui é apresentar uma parte da Humanidade que não pode ser esquecida. Talvez seja o mesmo do criador do vídeo. Não acredito em compaixão, piedade, misericórdia e etc. Acredito no movimento e na luta - que não precisa ser a armada.
Enfim, fica o convite aos que não têm receio de olhar a vida de olhos abertos. Para mudar a cena é preciso acreditar que ela acontece. Muita gente sabe que acontece, mas não acredita.
E nós com isto?



Pra quem gosta de cantar junto, segue a letra de john, o Lennon:

Happy Xmas (War Is Over) Lyrics
(Happy Xmas Kyoko
Happy Xmas Julian)

So this is Xmas
And what have you done
Another year over
And a new one just begun
And so this is Xmas
I hope you have fun
The near and the dear one
The old and the young

A very Merry Xmas
And a happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear

And so this is Xmas
For weak and for strong
For rich and the poor ones
The world is so wrong
And so happy Xmas
For black and for white
For yellow and red ones
Let's stop all the fight

A very Merry Xmas
And a happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear

And so this is Xmas
And what have we done
Another year over
A new one just begun
And so happy Xmas
We hope you have fun
The near and the dear one
The old and the young

A very Merry Xmas
And a happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear
War is over, if you want it
War is over now

Happy Xmas

23 dezembro, 2009

E PUNK TEM NATAL?

Aí vai um poemeu composto alguns muitos anos atrás, num momento diferente e, por incresça que parível, sem tanto motivo para. Apenas livre exercício. Livre inclusive de recomendações às crianças para que não façam em casa.
Vamos ao despoema natalino?
Carpe, possível sendo.
}8¬þ

NATAL

o espírito natalino pegou-o

quer beber ainda mais
odeia o sorriso besta
a porquice imensa
aquelas boas almas impregnadas de
pompa circunstâncias e
lavanda de shopping

como sempre
alguns babacas
que lhe encheram o saco o ano inteiro
virão desejar-lhe feliz natal
e ele lhes retribuirá sorrindo
(como um jacaré sorrindo
para a canela
de quem cai da canoa

e há sempre alguém caindo)

deseja o caos
o transbordar do lodaçal
lama entupindo a boca dos puros

uma gaita geme um blues
a ira aumenta

não é solidão
não há saudades
as pessoas que trariam saudades
não merecem vê-lo agora

é apenas o ódio subindo à cabeça
como o álcool

mas
cuidado
não eufemize
não está bêbado ou revoltado ou
deprimido ou injuriado ou etc.
apenas pura e simplesmente odiando

e se ainda acreditas que ele te gosta
não venhas à minha mesa agora


Cosmó, anos 80

22 dezembro, 2009

STANISLAW E SUA TIA

Pra aliviar a tarde, mais uma crônica daqueles tempos em que o punk das teclas era o NELSÃO. Tempos em que a quantidade de espuma no canto da boca não era medida da qualidade do cronista. Esta foi scanneada da obra TIA ZULMIRA E EU, daquele que é, embora já tenha ido passear, dos melhores STANISLAW PONTE PRETA, vulgo Sérgio Porto.
Carpe!
{8¬)

21 dezembro, 2009

OUTRA COMEMORAÇÃO NATALINA - II

O FÓRUM CULTURAL FLORIANÓPOLIS convida:

PROGRAMAÇÃO:

ATO: SEGUNDA-FEIRA – 21 DE DEZEMBRO – DAS 17 ÀS 19 HORAS NO TICEN (Terminal Integrado do Centro)
Atrações culturais previstas:
• Maracatu
• Malabares
• Maricota Natalina
• Distribuição de 20 mil jornais

ENTIDADES APOIADORAS E QUE ASSINAM O JORNAL E CONVOCAM O MANIFESTO
Fórum Cultural de Florianópolis; Sintraturb; Sintrasem; Sindpd; Sindiprevs; Sinasefe; CUT; Fecesc; Gabinete do vereador Dr. Ricardo; Partido dos Trabalhadores de Florianópolis; Fecesc; UFECO; e TV Floripa,

ARMANDINHO, UM OUTRO AÍ

Para amenizar, um outro ARMANDINHO um pouco diferente deste que embesta as gentes incautas comsua folhade bananeira. Armandinho aquele que tive a felicidade de ver tocando junto com seu pai, OSMAR (fundador do TRIO ELÉTRICO, juntamente com Dodô), numa Porto Seguro antes de virar o brega que deve ser hoje.
É só aumentar o volume. A música faz o resto. E este resto é muita coisa.
É isto!
{8¬)

20 dezembro, 2009

VEJA E A MEMÓRIA ESTRÁBICA BRAZUCA

Como já devo ter escrito aqui, não acredito nesta balela de que o brasileiro não tem memória. Como todos os outros povos do planeta, temos memória seletiva. Daí, pode ser interessante um refresco.
Vejam Arruda (nas páginas amarelas!) segundo a REVISTA VEJA edição 2121, de 15/07/09:

“Ele deu a volta por cima
Depois de amargar uma imensa rejeição provocada por medidas de austeridade, o governador do Distrito Federal diz que é possível ser popular sem ceder às tentações do populismo
(...)”


Agora, vejam Arruda segundo a REVISTA VEJA edição 2142, de 09/12/09

“Poder, dinheiro, corrupção e...
O governador de Brasília estrela um dos mais repugnantes espetáculos
de corrupção já vistos na história. Sem nenhum pudor, políticos foram
filmados recebendo dinheiro de propina em meias, cuecas, bolsas e até
via Correios. Depois, ainda rezam, agradecendo a Deus a graça alcançada
(...)


Será uma metamorfose galopante?
E nós com isto?
{8¬?

Ps.: para ler as matérias completas, cliquem nos hyperlinks (terchos realçados)

A ÁRVE DE DÁRO - O TRANSTORNO

Pelo jeito, o espírito natalino florianopolitano está realmente diferente neste 2009. Confiram, por exemplo, a opinião do jornal ILHA CAPITAL (o nanico que incomoda, como se rebatizam) em sua edição N.º 63 - Ano VI, deste corrente dezembro:
"A árvore do Natal institucional de Florianópolis é bonita e original, mesmo não tendo os prometidos 60 metros de altura. Mas ela revelou-se um presente que sairia caro pra chuchu: R$3.700 mil! Tão caro, que o valor daria para engordar a fortuna de muita gente.
(...)"
Leiam a matéria completa em A ÁRVORE ESTÁ PAGA. ELA É NOSSA!
Será que a administração municipal deu, realmente, um tiro no pé? E se deu, será no pé de quem?
Hein?
{8¬?

18 dezembro, 2009

OUTRA COMEMORAÇÃO NATALINA

O FÓRUM CULTURAL FLORIANÓPOLIS convida:

PROGRAMAÇÃO NATALINA

ATO: SEXTA-FEIRA – 18 DE DEZEMBRO – DAS 17 ÀS 19 HORAS NO TICEN (Terminal Integrado do Centro)

Atrações culturais previstas:

· Maracatu

· Malabares

· Distribuição de 20 mil jornais

ENTIDADES PARTICIPANTES

Fórum Cultural de Florianópolis; Sintraturb; Sintrasem; Sindpd; Sindiprevs; Sinasefe; CUT; Fecesc; Fecesc; Ufeco; e TV Floripa.

COMPAREÇA E PARTICIPE QUE A CIDADE TAMBÉM É TUA!

17 dezembro, 2009

CALDO DE CULTURA

Vamos lá que a festa é boa!
{8¬)

Ps.: para saber onde fica o Palácio Cruz e Souza clique AQUI

A FLORAM ESTÁ TRABALHANDO?

Segundo a reportagem da RBS, pelo que entendo, os proprietários de imóveis construídos às margens de cursos d’água devem estar atentos porque a FLORAM (Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis) começou a trabalhar.
Será para valer?
Estamos próximos da salvação do RIO CAPIVARI?
Com a palavra...
}8¬?



PATATIVA DO ASSARÉ & MESTRE VEREQUETE

Divulgando:

A Cinemateca Catarinense traz com exclusividade o Circuito ABD de Exibição, com a projeção de dois documentários que dialogam com o popular. Por isso foi escolhida a Travessa Ratcliff no centro da capital para o evento.
A partir das 20h do dia 17 de dezembro, nesta quinta-feira, serão exibidos os seguintes filmes, ao ar livre:
PATATIVA DO ASSARÉ – Ave Poesia
Rosemberg Cariry (2009/Fortaleza /CE/84’/Doc.)
O filme aborda a vida e a obra do poeta PATATIVA DO ASSARÉ, destacando a relevância dos seus poemas, o significado político dos seus atos e a sua imensa contribuição à cultura brasileira. Dono de um ritmo poético de musicalidade única, mestre maior da arte da versificação e com um vocabulário que vai do dialeto da língua nordestina aos clássicos da língua portuguesa, Patativa do Assaré é a síntese do saber popular versus saber erudito. Patativa do Assaré consegue, com arte e beleza, unir a denúncia social com o lirismo.

CHAMA VEREQUETE
Luiz Arnaldo Campos e Rogério Parreira (2002/Belém /PA/18’/Doc.)
Documentário poético sobre MESTRE VEREQUETE, personagem fundamental da história do ritmo raiz do Pará, o Carimbó, que legitimou e divulgou pelos quatro cantos do Brasil.
Estes dois filmes além de destacar estes dois importantes mestres da cultura popular brasileira estabelecem diálogo entre realizadores de regiões distintas de nosso país, permitindo acesso ao rico universo da cultura popular brasileira.


A exibição ocorre ao mesmo tempo em várias cidades do Brasil.

O Circuito ABD de Exibição tem o apoio da Fundação Franklin Cascaes e o Instituto Arco-Íris em parceria com as entidades audiovisuais CNC Conselho Nacional de Cineclubes, CBC – Congresso Brasileiro de Cinema e CBDC – Coalizão Brasileira Pela Diversidade Cultural.
Se chover a exibição será no Instituto Arco-Íris ali mesmo na TRAVESSA RADCLIF.

Ps 1 - Para saber quem são as personagens e onde fica a travessa, cliquemnos hyperlinks (PALAVRAS REALÇADAS).
Ps. 2 - Nesta travessa tem cerveja gelada e mesinhas nas calçadas.

16 dezembro, 2009

QUAL O PAPEL DO PRODUTOR CULTURAL?

Acabo de ler, numa resenha, uma frase de VOLTAIRE a D’ALEMBERT: "É a opinião que governa o mundo...”.
A meu juízo, os ocupantes dos cargos públicos executivos ou legislativos, independente do partido ao qual pertençam, baseiam suas ações naquilo que julgam captar na OPINIÃO PÚBLICA; simplificando, nos desejos da população por eles governada ou normatizada. Os descontentes, a minoria, serão atendidos apenas quando aumentarem de número (porque voto não tem qualificação) e se tornarem a maioria da população. Enquanto isto não acontece, resta-lhes o direito ao JUS ESPERNIANDI.
No momento, está acontecendo a 1º PRIMEIRA CONFERÊNCIA NACIONAL DE COMUNICAÇÃO. Como o próprio nome diz, é a primeira vez que o Brasil, ou parte dele, reúne-se para discutir as alternativas e possibilidades de comunicação, bem como a regulamentação da mesma. Oportunidade imperdível para o segmento social interessado no quesito COMUNICAÇÃO e seus rumos e implicações.
Este momento também pode ser interessante para que produtores e consumidores culturais ponderem sobre quais têm sido seus esforços – e quais os avanços, no sentido de conquistar a participação da maioria do eleitorado que, no final das contas, ainda é quem define aquele que decide, entre outras coisas, se devemos ter um totem na avenida à beira do mar ou interromper o despejo no referido (o mesmo mar).
Que tal assistirmos LEVANTE SUA VOZ, legítima obra de arte de PEDRO EKMAN, e refletirmos sobre como tem sido nossa participação no sentido de transformar a opinião da maioria?


O PINHEIRÃO DA AV. BEIRAMAR

Deu no CLIRBS:

"Geral 16/12/2009 00h38min
TCE julga nesta quarta-feira caso da árvore de Natal em Florianópolis
Secretário de Turismo foi pego de surpresa com a notícia


Depois de conseguir a suspensão das liminares que cancelavam os pagamentos para a empresa PalcoSul, a prefeitura de Florianópolis agora tem pela frente o Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre a árvore de Natal.
Em um relatório da auditora Sabrina Nunes Iocken, o TCE também determinou a suspensão dos pagamentos para a PalcoSul até que o Tribunal decida sobre a legalidade do contrato.
Na terça-feira, o secretário de Turismo, Mário Cavallazzi, esteve no TCE para apresentar as justificativas da prefeitura. O julgamento deste caso seria só ano que vem, segundo Edison Stieven, diretor de controle de licitações e contratos do TCE, em razão do período de recesso.
Cavallazzi, no entanto, foi surpreendido e recebeu nesta terça-feira um ofício que informava que o julgamento ocorrerá nesta quarta-feira a partir das 14h. O relatório da auditora Iocken questiona a não realização de licitação para a contratação da PalcoSul.
Segundo Stieven, há duas possibilidades de sanções. Se configurar apenas irregularidade no contrato, a prefeitura pode ser multada em até R$ 5 mil. Caso o Tribunal julgue superfaturado o valor do contrato, R$ 3,7 milhões, cabe uma multa de até 100% do valor questionado."

E nós com isto?
Meu comentário, postado no clicrbs, é o seguinte:

"Então,
1 – Caso a contratação do serviço no valor de R$ 3.700.00,00 (notaram o número de zeros?) seja considerada apenas uma “IRREGULARIDADE", a Prefeitura (através dos seus bem tratados contribuintes) "PAGARÁ" uma multa de R$ 5.000,00 (notaram, novamente, os zeros?)?
2 - Caso a contratação do mesmo serviço seja considerada SUPERFATURAMENTO, a Prefeitura (através dos seus bem tratados contribuintes) "PAGARÁ" uma multa de R$ 3.700..000,00 (notaram, novamente, os zeros?)?

Entendi direito?"

E você com isto?

15 dezembro, 2009

PLASTICINE: CINEMA SURREALISTA

Mais uma vez o pessoal do PLASTICINE CLUBE nos apresenta uma séria de filmes diferentes, raros de se ver nos cinemas comuns e, o que sempre facilita, DE GRÁTIS!
Cinema de primeira, bem melhor que o
PINHEIRICO DA BEIRAMAR.
Escolha o dia e não perca nenhum.
Capicci?

{8¬)

14 dezembro, 2009

RUBEM BRAGA: RETRATO AO SENHOR 903


Nestes tempos em que pulhas mal-intecionados como JABOUR e MAINARDI, ainda que sob aspectos pseudo-bacanas como LUFT, são as leituras recomendadas em jornais e revistas, vou na contra-mão. Divido com o visitante uma acepipe literário. Trata-se de uma crônica de RUBEM BRAGA publicada em janeiro de 1953 e que consta da obra A CIDADE E A ROÇA, (EDITORA DO AUTOR, 19956)

Veja como é (ou já foi) possível escrever uma crônica sem espumas pelos cantos da boca. Aliás, deve ser por este detalhe que raramente temos livros assim expostos nas MEGASTORES de todos os tipos. Por isto mesmo, recomento aos que gostarem do estilo que garimpem nos sebos, apoiemos sebos... INVISTAM EM SEBOS!

Carpem todos os dias!

{8¬)

Ps.: experimentem navegar pelos hyperlinks (palavras realçadas)

NÃO CARA-PÁLIDA!

Do meu ponto de vista, o voto ainda é o jeito de mudar a realidade política. Porém, compreendo o gesto do MASSIMO, que fez a novembrada italiana acontecer em dezembro.
Numa suavemente singela homenagem ao ilustre MASSIMO, que acaricou devidamente a histricionice calhorda de SILVIO BERLUSCONI, aí vai um poemeu:

NÃO CARA-PÁLIDA!

sei que só
não salvarei a tribo
mas não serei o batedor
que dirá à cavalaria
qual é a melhor hora para o ataque

não me cativam teus espelhos e contas de vidro


}8¬)

A MÃO DO POVO

A mão de MASSIMO TARTAGLIA é mão do povo. Neste caso, a mão do povo, inclusive daqueles que foram vítimas do terremoto e instalados em precárias barracas, foram motivos de pilhéria da parte de SILVIO BERLUSCONI. Ao contrário do que acreditam os incautos, porque os sacanas sabem muito bem disso, no tal primeiro mundo também tem seus lixos.
SALVE MASSIMO!!!

SPARTACUS Te saída!
}8¬)





Ps 1 - clicando em um dos hyperlinks (palavras realçadas) é possível ver um gesto de magnanimidade do grande homem.
Ps 2 - clique em outro hyperlink e assista uma das mais emocionantes cenas da história do cinema que, infelizmente, a maioria das pessoas não tem peito para tanto.

09 dezembro, 2009

AINDA SOBRE O ALAGÃO DOS TUCANOS

Para não deixar suspeita que é pilhéria minha, transcrevo o que está lá no YOUTUBE.
Às vezes, não nos dá a impressão de que o eleitor paulista é antes de tudo um masoquista?
{8¬?


21 de agosto de 2008

www.geraldo45.com.br

Quem teve a casa invadida pela enchente não esquece. "A minha casa era mais baixa, que eu não tinha reformado, chegava a mais de um metro de água. A gente punha a tábua em cima dos cavaletes, e levantava os móveis. Teve muita gente que ficou doente. Teve gente até que chegou falecer. Depois da calha é que melhorou bastante. E quem conseguiu foi o Geraldo. Uma obra que só quem sente que teve enchente é que sabe o que é.
COMPETÊNCIA PRA RESOLVER E RESPEITO POR VOCÊ
Os governos Covas, Alckmin e Serra mudaram o Estado de São Paulo. Nós do PSDB sabemos que é sempre possível fazer mais, fazer melhor.

Geraldo Alckmin Prefeito 45,

É MOLE?!

EMISSÁRIO SUBMARINO

Parabéns ao combatente povo do CAMPECHE (Florianópolis - SC) que mantém sua batalha pelo não ESTRAGAMENTO da sua paradisíaca praia.
Alguém consegue entender um governo municipal, aliada ao governo e apoiados pelos seus eleitores, que tenha tanta bronca das 42 praias de Floripa? A CASAN, empresa estadual responsável pelo saneamento básico, entende que a única solução para o esgoto da Ilha de Santa Catarina é jogá-lo ao mar. Mesmo que este mar esteja sendo ocupado por banhistas, cultivares de mexilhões e ostras, peixes...
E nós com isto?!
{8¬?



Ps.: aliás, o pessoal aí no Campeche sabe onde fica esta Campeche Property ?

08 dezembro, 2009

JOHN, THE LENNON I

Neste 8 de dezembro descomemora-se 29 anos daquele instante em que JOHN LENNON foi passear. Divido a relembrança com os visitantes através de uma canção de BETO GUEDES. Uma daquelas canções que o CLUBE DA ESQUINA nos propiciava antes de Minas Gerais ter sua música atropelada por Skank's, Pato Fu's e assemelhados.
Carpai!
{8¬)



CANÇÃO DO NOVO MUNDO
(Beto Guedes/Ronaldo Bastos)

Quem sonhou
Só vale se já sonhou demais
Vertente de muitas gerações
Gravado em nossos corações
Um nome se escreve fundo.
As canções
Em nossa memória vão ficar
Profundas raízes vão crescer
A luz das pessoas me faz crer
Eu sinto que vamos juntos. Ó nem o tempo, amigo
Nem a força bruta pode um sonho apagar
Quem perdeu o trem da história por querer
Saiu do juízo sem saber
Foi mais um covarde a se esconder
Diante de um novo mundo
Quem souber
Dizer a exata explicação
Me diz como pode acontecer
Um simples canalha mata um rei
Em menos de um segundo.
Ó minha estrela amiga
Por que você não fez a bala parar?

26 novembro, 2009

DE ZÉ CELSO PRA CAET(UCA)NO

Direto do blog da ASSOCIAÇÃO TEAT(R)O OFICINA UZYNA UZONA

Tropicália Sob o Signo de Escorpião

No mesmo dia que Caetano fazia sua entrevista de capa, muito bela como sempre, no “Caderno de Cultura do Estadão”, o Ministro Ecologista Juca Ferreira publicava uma matéria na Folha na sessão Debates. Um texto extraordinariamente bem escrito em torno da Cultura, como Estratégia, iniciada no 1º Governo de Lula ao nomear corajosa e muito sabiamente Gilberto Gil como Ministro da Cultura e hoje consolidada na gestão atual do Ministro Juca. Hoje temos pela primeira vez na nossa história um corpo concreto de potencialização da cultura brazyleira: o Ministério da Cultura, e isso seu atual Ministro soube muito bem fazer, um CQD em seu texto.

Por outro lado meu adorado Poeta Caetano, como sempre, me surpreendeu na sua interpretação de Lula como analfabeto, de fala cafajeste, abrindo seu voto pra Marina Silva.

Nós temos muitas vezes interpretações até gêmeas, mas acho caetanamente bonito nestes tempos de invenção da democracia brazyleira, que surjam perspectivas opostas, mesmo dentro deste movimento que acredito que pulsa mais forte que nunca no mundo todo, a Tropicália.

Percebi isto ao prefaciar a tradução em português criolo = brazyleiro do melhor livro, na minha perspectiva, claro, escrito sobre a Tropicália: “Brutality Garden”, Jardim Brutalidade, de Chris Dunn, professor de literatura Brazyleira na Tulane University de New Orleans.

Acho, diferentemente de Caetano, que temos em Lula o primeiro presidente Antropófago brazyleiro, aliás Lula é nascido em Caetês, nas regiões onde foi devorado por índios analfabetos o Bispo Sardinha que, segundo o poeta maior da Tropicália, Oswald de Andrade, é a gênese da história do Brazil. Não é o quadro de Pedro Américo com a 1ª Missa a imagem fundadora de nossa nação, mas a da devoração que ninguém ainda conseguiu pintar.

Lula começou por surprender a todos quando, passando por cima das pressões da política cultural da esquerda ressentida, prometeica, nomeou o Antropófago Gilberto Gil para Ministro da Cultura e Celso Amorim, que era macaca de Emilinha Borba, para o Ministério das relações exteriores, Marina Silva para o meio ambiente e tanta gente que tem conquistado vitórias, avanços para o Brasil, pelo exercício de seu poder-phoder humano, mais que humano.

Phoderes que têm de sambar pra driblar a máquina perversa oligárquica, podre, do Estado brasileiro. Um estado Oligárquico de fato, dentro de um Estado Republicano ainda não conquistado para a “res pública”. Tudo dentro dum futebol democrático admirável de cintura. Lula não para de carnavalizar, de antropofagiar, pro país não parar de sambar, usando as próprias oligarquias.

Lula tem phala e sabedoria carnavalesca nas artérias, tem dado entrevistas maravilhosas, onde inverte, carnavaliza totalmente o senso comum do rebanho. Por exemplo quando convoca os jornalistas da Folha de São Paulo a desobedecer seus editores e ouvir, transmitindo ao vivo a phala do povo. A Interpretação da Editoria é a do Jornal e não a da liberdade do jornalista. Aí , quando liberta o jornalista da submissão ao dono do jornal, é acusado de ser contra a liberdade de expressão. Brilha Maquiavel, quando aceita aliança com Judas, como Dionísios que casa-se com a própria responsável por seu assassinato como Minotauro, Ariadne. É realmente um transformador do Tabu em Totem e de uma eloquência amor-humor tão bela quanto a do próprio Caetano.

Essa sabedoria filosófica reflete-se na revolução cultural internacional que Lula criou com Celso Amorim e Gil, para a política internacional. O Brasil inaugurou uma política de solidariedade internacional. Não aceita a lógica da vendetta, da ameaça, da retaliação. Propõe o diálogo com todos os diabos, santos, mortais, tendo certa ojeriza pelos filisteus como ele mesmo diz. Adoro ouvir Lula falar, principalmente em direto com o público como num Teatro Grego. É um de nossos maiores atores. Mais que alfabetizado na batucada da vida, Lula é um Intérprete dela: a Vida, o que é muito mais importante que o letrismo. Quantos eruditos analfabetos não sabem ler os fenômemos da escrita viva do mundo diante de seus olhos?
Eu abro meu voto para a linha que vem de Getúlio, de Brizola, de Lula: Dilma, apesar de achar que está marcando em não enxergar, nisto se parece com Caetano, a importância do Ministério da Cultura no Governo Lula. Nos 5 dedos da mão em que aponta suas metas, precisa saber mais das coisas, e incluir o binômio Cultura & Educação.

Quanto a Marina Silva, quando eu soube que se diz criacionista, portanto contra a descriminalização do aborto e da pesquisa com células-tronco, pobre de mim, chumbado por um enfarto grave, sonhando com um coração novo, deixei de sequer imaginar votar nela. Fiz até uma cena na “Estrela Brasyleira a Vagar – Cacilda !!” para uma personagem, de uma atriz jovem contemporânea que quer encarnar Cacilda Becker hoje, defendo este programa tétrico.

Gosto muito de Dilma, como de Caetano, onde vou além do amar, vou pra Adoração, a Santa adorada dos deuses. Acho a afetividade a categoria política mais importante desta era de mudanças. “Amor Ordem e Progresso”. O Amor guilhotinado de nossa Bandeira virou um lema Carandiru: Ordem e Progresso, só.

Apreendi no livro de Chris Dunn que os americanos chamam esta calegoria de laços homossociais, sem conotação direta com o homoerotismo, e sim com o amor a coisas comuns a todos como a sagração da natureza, a liberdade e a Paixão pelo Amor Energia, Santíssima Eletricidade. Sinto que nestas duas pessoas que gosto muito, Caetano e Dilma, as fichas da importância cultural estratégica, concreta, da Arte e da Cultura, do governo Lula, ainda não caíram.

A própria pessoa de Lula é culta, apesar de não gostar, ainda, de ler. Acho que quando tiver férias da Presidência vai decicar-se a estudar e apreender mais do que já sabe em muitas línguas. Até hoje ele não pisou no Oficina. Desejo muito ter este maravilhoso ator vendo nossos espetáculos. Lula chega a hierarquia máxima do Teatro: a que corresponde ao Papa no Catolicismo: o Palhaço. Tem a extrema sabedoria de saber rir de si mesmo. Lula é um escândalo permanente para a mente moralista do rebanho. Um cultivador da vida, muito sabido, esperto. Não é a toa que Obama o considera o político mais popular do mundo.

Caetano vai de Marina, eu vou de Dilma. Sei que como Lula ela também sente a poesia de Caetano, como todos nós, pois vem tocada pelo valor da criação divina dos brazyleiros. Esta “estasia”, Amor-Humor, na Arte, que resulta em sabedoria de viver do brasileiro: Vida de Artista. Não há melhor coisa que Exista!

Lula faz Política Culta e com Arte. Sabe que a Cultura de sobrevivência do povo brasileiro não é Super, é Infra Estrutura. Caetano sabe disso, é uma imensa raiz antenada no rizoma da cultura atual brazyleira renascente de novo, dentro de nós todos mestiços brazileiros. Fico grato a Caetano ter me proporcionado expor assim tudo que eu sinto do que estamos vivendo aqui agora no Brasil, que hoje é um País de Poesia de Exportação como sonhava Oswald de Andrade, que no Pau Brasil, o livro mais sofisticado, sem igual brazyleiro canta:

“Vício na fala

Para dizerem milho dizem mio
Para melhor dizem mió
Para peor pió
Para telha dizem têia
Para telhado dizem teado
E vão fazendo telhados”


Zé Celso
SamPã, 6 de novembro
sob o signo de Escorpião
sexo da cabeça aos pés
minha Lua de Ariano


EVOÉROS

20 novembro, 2009

PASTINHA, O MESTRE

E como a luta é contínua, aí vai Mestre Pastinha:
PARANAUÊ! PARANAUÊ! PARANÁ!

PARADO É SUSPEITO

Com não é um dia de mandar flores e, sim, chumbo, solto os cachorros. A festinha pro pessoal do camarotes, outros que a façam.
Aí vai mais um poemeta que tem algo a ver com a data.
Desejo que sinta.
{8¬V

PARADO É SUSPEITO, CORRENDO É LADRÃO

ainda há pouco te observava mudar de
cor ao me ver chegando
teu coração batendo à boca
os olhos arregalados
o outro trancado

ledo engano heim madame?
pena que o negão não tava chegando
tava só passando
o que prá madame já é demais
coitadinha
toca a engolir o coração de volta

pois é
nessas horas
a madame se esquece
das porradas que leva do galego seu
marido
daquele vizinho de condomínio que
estuprou a empregadinha
do outro
que a madame deconfia
que transa com a própria filha
se esquece até daquele pesadelo
que pertuba suas noites de jejum
a madame tá caminhando no guarujá
de repente
salta em cima da madame
aquele puta negão pelado
aquela coisa preta
aí a madame quer correr
as pernas amolecem
cai
sente aquelas mãos ásperas
aquela boca chegando... chegando...
e aí...

a madame acorda toda molhadinha
todo o corpo ardendo
e não consegue mais dormir com o
ronco do galego

tudo isso me dá um dó
porque eu vejo o mesmo nos olhos da sua
filhinha tão fresquinha
e daquele seu filhinho de fala mole
imagino
que os seus antigos também eram assim

mas olha
liga não
vida de nego é difícil
(já dizia a canção)
mas a de branco também não é fácil
é cada susto
e aí eu levo uma vantagem
não tenho a grana mas sou negro
só me assusto quando pintam os...
(a madame sabe de quem tou falando)
pois nunca se sabe
se eles tão do lado da gente
ou da madame

mas sabe
no fundo
não vou perder meu tempo te odiando
te desejo fama e glória
ainda quero ver sua foto
nas paradas de sucesso do NP

e prá madame ver como são as coisas
no momento em que te falo
(sugestivo heim?)
tou tomando um vinho branco
com uma amiga que tem a pele como a tua
só que não é branca
é uma amiga

PALMAS? NÃO!

Aí vai um poemeta suave.
{8¬V

PALMAS, NÃO! PALMARES!

relhos
correntes
troncos
mares de sangue a escorrer pelas pedras
do pátio
no ar
os ódios e os gritos
a vida explodindo em vergões
(platéia apostas vivas sus!
doutores pedindo MAIS!
beatos pedindo MAIS!
ricos pobres
crianças velhos
madames prostitutas
todos pedindo MAAIIISSSS!!!)

frenesi
orgasmo na geral
a massa babando de prazer
um outro carnaval
não eram três dias
mas trezentos e sessen...
(lá se vão os séculos
e corpos ainda se imolam
para o deleite das almas brancas
nos dias em que lhes é permitido
fugir das senzalas do morro)

hoje o brilho na avenida
amanhã o elevador de serviço
ou quem sabe
com um pouco de sorte
umas verdinhas no câmbio do mangue

BOA VIAGEM, GENTIL

DO OROCONGO, GENTIL HOMEM DE VERDADE!
Que as musas te conduzam.
{8¬..

10 novembro, 2009

O VÔO DO TUCA(ETA)NO

Até parece que o fantasma do Painho ACM tem dado rasteiras no Seo CAETANO VELOSO - ou será TUCA (eta) NO.
Seo ROMÁRIO diria que o moço, como comentarista político, foi um bom compositor.
Ou será TUC (et) ANO?

{8¬)

07 novembro, 2009

FLORIPA CONTÉM UMA FLORIANÓPOLIS

Há a Floripa das 42 ( ou mais) praias e há a Florianópolis. É preciso prestar atenção às duas, enquanto El Rey de Floripa cura seu dodói e El Vice-Rey vadia pelas Zoropa:

“Por falta de recurso, únicas e raras possibilidades de desarmar cerca de 300 jovens de 18 comunidades empobrecidas da grande Florianópolis, são suspensas”

Para Kiko, 17 anos, jovem morador da Comunidade Chico Mendes, localizada no continente, “o Projeto Procurando Caminho é uma oportunidade para provarmos o nosso valor, ser aceito novamente na sociedade e mostrar que o crime não compensa”, confessa Kiko.

O Projeto Procurando Caminho, surgiu do pedido de um grupo e 75 jovens quais os nomes estavam inseridos numa lista para serem executados pelo narcotráfico.

Da lista, dois foram assassinado. A partir daí o Centro Cultural Escrava Anastácia lançou o projeto para que esses jovens fossem tirados de suas comunidades e levados até a praia para a prática do surf.
“A nossa proposta foi trocar a adrenalina que o jovem apresentava no crime organizado pela adrenalina gerada pela prática do surf, completa Padre Vilson Groh, Presidente do Escrava Anastácia” Porém, o projeto suspende suas ações na próxima segunda – 09 de novembro – até que entrem recursos que viabilizem sua continuidades.

Ao mesmo tempo, inconformados com a suspensão das atividades os jovens participantes do projeto se preparam, também na segunda - dia 09 - no Sindicato dos Bancários - as 14h- para definir um calendário de mobilização para exigir do governo do estado o apoio ao projeto.

“Tivemos uma audiência com o governador em exercício Leonel Pavan há cerca de um mês. Neste momento existiu a promessa de assinatura de um convênio que desse continuidade ao projeto atual bem como a ampliação do mesmo, porém, nada foi concretizado até agora. Por isso teremos que adormecer as atividades do projeto até que sejam tomadas as devidas providências ”, coloca Ivone Perassa,coordenadora do Escrava Anastácia.

Oportunidade de inclusão e sociabilização. Para a Jovem Jaqueline Castanheira “ se não existe o projeto eu nem sei onde eu estaria agora, nem sei se ainda estaria viva” desabafa Jaqueline.

Já Padre Vilson é mais incisivo “ por falta de recurso, únicas e raras possibilidades de desarmar 300 jovens de 18 comunidades da grande Florianópolis é paralisada”.
________________________________________
CENTRO CULTURAL ESCRAVA ANASTÁCIA
Coordenação de Comunicação Social e Fotografia
Fábia Hafermann - Jornalista SC/JP 3278
R. General Vieira da Rosa, 610
Centro - Florianópolis/SC - Cep 88020-420
TEL: +55 (48) 3228.5356
CEL: +55 (48) 8404.4982
http://comunicaccea.wordpress.com/
www.ccea.org.br

E nós com isto?
{8¬?

POR QUE HOJE É SÁBADO - Getz & Bird



Preparando o espírito para o sabadão, domingão, segundona... Stan Getz toca Tom Jobim.
Todos os dias são bons; uns melhores, outros melhores mais um tanto.
E ainda tem um fantástico presentim: Stan Getz And Charlie Byrd - Jazz Samba

Ps.: arrisquem-se no hyperlink.

06 novembro, 2009

CINEMA NA FUNDAÇÃO BADESC: DESEJO E REPARAÇÃO

É hoje, pessoal!

CINEMA, CHÁ E CULTURA apresenta:

No último encontro de 2009, dia 6 de novembro, sexta-feira, às 18 horas, será exibido Desejo e Reparação (Atonement, 2007), de Joe Wright, adaptação do romance de Ian McEwan. Embora não seja um filme baseado em uma peça teatral – foco da proposta do projeto Cinema, Chá e Cultura –, nesta história, a habilidade de fantasiar e criar cenas da jovem aspirante a dramaturga, Briony (interpretada em três diferentes momentos por Saorsi Ronan, Romola Garai e Vanessa Redgrave), tem um papel determinante na narrativa. O mesmo diretor de Orgulho e preconceito trabalha com maestria as ligações perigosas entre ficção e realidade, por meio das trajetórias de Cecilia (Keira Knightley) e Robbie (James McAvoy), mostradas sob diferentes ângulos. Vencedor do Oscar de melhor trilha sonora e do BAFTA de melhor filme, além de várias outras indicações, Desejo e Reparação faz a capciosa pergunta “How can you hate plays?”, e a resposta envolve um diálogo sutil entre as linguagens do cinema, teatro e televisão.

A apresentação do filme será feita por Anelise Reich Corseuil, Graduada em Letras pela UFSC, mestre em Literaturas de Língua Inglesa pela Eastern Michigan University, Doutora na mesma área pela Wayne State University e Pós-doutora em Estudos de Cinema no Departamento de Estudos de Televisão, Teatro e Cinema da Universidade de Glasgow. Anelise é professora associada na UFSC/DLLE, Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras, Curso de Pós-Graduação em Letras/Inglês membro do Colegiado do Curso de Cinema, Editora-Chefe da Revista Ilha do Desterro e Coordenadora do Projeto de Cooperação Internacional Interdisciplinaridade em Literatura e Cinema CAPES/FIPSE na UFSC. Foi uma das editoras do livro Estudos Culturais: Página, Palco e Tela e foi eleita, em 2009, para vice-presidência da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema (SOCINE).

Promovido pela Fundação Cultural BADESC e pela Cultura Inglesa de Florianópolis, Cinema, Chá & Cultura é um projeto dedicado à exibição de filmes relativos a obras literárias da tradição anglófona. Para os idealizadores, Professores Dra Anelise R. Corseuil (UFSC), Dra Brígida de Miranda (UDESC), Ms. Leon de Paula (UDESC) e Dra. Maria Cecília de M. N. Coelho (UFMG), os encontros são uma oportunidade de exibir filmes variados e promover a discussão sobre literatura (principalmente a dramática) e cinema. A atividade, gratuita, começa com uma apresentação, durante a qual os participantes poderão se servir de chá, feito ao modo inglês, e oferecido pela Cultura Inglesa de Florianópolis. Em seguida ocorre a exibição do filme, legendado, em formato DVD, no auditório da Fundação BADESC.

Obs.: Uma bolsa de estudos para um curso intensivo de verão na Cultura Inglesa de Florianópolis será sorteada entre os presentes, Nesta última sessão de 2009.

Informações
Fundação BADESC: R. Visconde de Ouro Preto, 216 – Florianópolis – 3224-8846 fundacaocultural@badesc.gov.br

Cultura Inglesa: R. Rafael Bandeira, 335 - Florianópolis – 3224-2696 recepcaofln@culturainglesa-sc.com.br

05 novembro, 2009

GARIMPO

Além de baratim, o livro do Dylan já me rendeu dois poemetas, um dos quais:


garimpo

na bacia das almas
tem muita pepita
de ouro
pro olho
de quem vê

floripa, beiramar, 21/10/09


{8¬)

04 novembro, 2009

DYLAN, THE BOB


Seguinte, pessoal!
Aí está imagem da primeira página de CRÔNICAS - VOLUME UM, autobiografia de BOB DYLAN, editado pela PLANETA. Tive a sorte, que soe acompanhar garimpeiros que não desistem, de encontrar este livro por apenas R$ 9,90, na bacia das almas da LIVRARIA CATARINENSE. Talvez ainda haja mais pepitas como esta aguardando por tua bateia. Arrisque-se, se interessar.

Caso goste de Dylan e não eoncontre o livro, que tal ouvir BLONDE ON BLONDE, o primeiro álbum duplo da história?

Aumenta o volume que isto aí é puro...

{8¬)

II CAFÉ FILOSÓFICO & LITERÁRIO DA UFSC - 04/11


II Café Filosófico & Literário da UFSC
Kinema e Theoria - ação, visão e reflexão
3 a 5 de novembro de 2009

04/11 - QUARTA-FEIRA
15h00 às 18h00 - Teatro da Igrejinha da UFSC
Exibição do filme GATTACA ( Andrew Niccol, USA, 1997, 106')
Mesa redonda sobre Ética
Dr. Fernando Vugman (UNISUL/CIN) & Dr. Darlei Dagnoll (UFSC/FIL).
Moderação: Cineasta Lena Bastos
É GRATUITO!!!!!
{8¬)
Ps.: para maiores informações sobre o filme clique no hyperlink.

03 novembro, 2009

FLORIANÓPOLIS E O TRANSPORTE COLETIVO

Perguntinha básica: não é melhor mudar o nome de SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO para SISTEMA DE EMPACOTAMENTO PÚBLICO?
Parece que atingiremos, em Florianópolis, a tarifa zero. A fórmula é simples:
ZERO ÔNIBUS + ZERO MOTORISTA + ZERO COBRADOR = ZERO PASSAGEIRO

ZERO PASSAGEIRO = TARIFA ZERO

Nota deix pra El Rey e pra El Vice Rey de Floripa.
Estamos lascados...

II CAFÉ FILOSÓFICO & LITERATURA DA UFSC

II CAFÉ FILOSÓFICO & LITERATURA DA UFSC
Kinema e Theoria - ação, visão e reflexão
De 3 a 5 de novembro de 2009

PROGRAMAÇÃO

03/11 – terça-feira
18h30 às 21h30 - Teatro do DAC/UFSC
Abertura: Dra. Maria de Lourdes Alves Borges (UFSC/FIL-SECARTE)
Palestra: Cinema e Filosofia, Dr. Alex Sandro Calheiros de Moura (UnB/FIL)
Moderação: Dra. Anelise Reich Corseuil (UFSC/LET.- CIN.)

Observação. - Alex Calheiros defendeu a tese de doutorado Viagem à Itália: ensaio sobre a formação do cinema neo-realista italiano sob a orientação da Professora Marilena Chauí, na USP< com estágio doutoral na Università di Roma tor vergata. Publicou em colaboração com Mariarosaria Fabris, Rossellini do Cinema e da Televisão (3 vol.) e com Mariarosaria Fabris e Carlos Augusto Machado Calil, Esplendor de Visconti. Atualmente é Professor de Ética e Filosofia Política da UnB e pesquisador do pensamento político italiano, especialmente Gramsci, e da teoria e historia do cinema italiano, especialmente Pasolini. Desenvolve projeto de tradução das peças teatrais de Pasolini - já traduziu Orgia e Pilade (a ser encenada pelo grupo Teatro de Narradores de São Paulo em 2010). É co-organizador com o Departamento de Filosofia da USP, do ciclo Figuras do Filósofo – série de palestras e exibição de filmes, que irá terminar em 2010 com uma mostra especial no CineUSP Paulo Emílio.

SISTEMA DE ANIMAÇÃO - PRA BPS (BATERAS, PERCURSSEIROS E SIMPATIZANTES)

Pessoal,
Olhaí uma big aula de grátis: SISTEMA DE ANIMAÇÃO, de Alan Langdon e Guilherme Ledoux.
O custo é só ir até à FUNDAÇÃO CULTURAL BADESC.
{8¬)


31 outubro, 2009

ESTA BARCA É A BOA!

Ps.: pergunte ao seu vereador, ao seu prefeito,ao seu deputado, ao seu governador qual é a opinião dele a respeito desta BARCA.
{8¬?

27 outubro, 2009

SEM PALAVRAS - PORÉM COM MUITAS!

Com muito prazer, repasso a notícia do jeito que recebi, via e-mail, do Fifo Lima, que disponibiliza um blog imperdível pra quem gosta de cinema e assemelhados: CINE LUZ. Clique aí que é informação garantida.
Assistimos, Bunitinha mais eu, uma apresentação deste documentário lá no CINE CLUBE CARIJÓ, numa noite pra lá de bacana, com gente bacana e papos bacanas. Uma bacanagem que só!
Parabéns a todos os envolvidos no SEM PALAVRAS e vamos à notícia.
{8¬)

"Sem Palavras, de Kátia Klock, será exibido na quinta-feira, dia 29 de outubro, no projeto "Brazilian Film on Thursdays", no Centro Cultural Brasil em Nova York. O documentário divide o espaço com obras como O Cheiro do Ralo, Proibido Proibir, Durval Discos, Estômago e Central do Brasil.
Desde 2008, “Brazilian Film on Thursdays" exibe produções audiovisuais todas as quintas-feiras na sala Nelson Pereira dos Santos. A intenção é exibir a cinematografia contemporânea e provocar debates com a presença de diretores e convidados para o público brasileiro, americano e de outras nacionalidades.
Realizado pela Contraponto, Sem Palavras aborda os efeitos provocados pela Campanha de Nacionalização de Getúlio Vargas (1937-1945). Na época, quando o Brasil entrou na Segunda Guerra Mundial contra os países do Eixo, a proibição dos idiomas alemão, italiano e japonês foi intensificada no país e estes estrangeiros e seus descendentes foram perseguidos. O documentário mostra um dos lados da história, relatado por quem era criança e descendente de alemão nos anos 1940 no Sul do Brasil.
Kátia e Mauricio Venturi, produtor do documentário, participam de um debate após a sessão. “Será uma ótima oportunidade mostrar o documentário para brasileiros distantes e para interessados em conhecer uma história não-oficial que aconteceu no nosso país. Além da possibilidade de fazer contatos e abrir outras janelas para a produção brasileira”, destaca Kátia."

23 outubro, 2009

ROCK É ATITUDE

Rock que é rock mesmo é atitude.
Ao contrário destas porcarias de cabelinho arrumado posando de roqueiros, veja como ainda existem rockeiros de verdade, remando contra o marasmo musico-social.
A matéria completa está no site da
REVISTA FORUM.

“Bandas de rock querem saber se suas músicas foram usadas em tortura
Por Redação [Sexta-Feira, 23 de Outubro de 2009 às 10:30 hs]

Bandas de rock, militares da reserva e ativistas de esquerda se uniram, nos Estados Unidos, para apoiar a intenção do presidente Barack Obama de fechar a prisão de Guantánamo. Bandas como Pearl Jam e R.E.M. integram a campanha nacional pelo fechamento da base. Os dois grupos também encabeçam uma petição para que o governo dos EUA divulgue se usou suas músicas para torturar presos da base militar em Cuba, como denunciaram diversas organizações internacionais.
(...)"


E, para acompanhar a leitura:



{8¬)

DANÇA - (des) CAMINHOS


ADRIANA CUNHA convida:
(des)Caminhos é o resultado de pesquisa em Dança do Ventre, com as alunas que me acompanham nos últimos anos.
Será um espetáculo singelo, puro, contagiante...
Feito com carinho e dedicação, pelo grupo todo

Elenco: Adriana Cunha, Caroline Figueiredo, Daniela Angeli, Jana Perrone, Julieta Furtado,
Lu Pereira, Mariana Fazzi, Natália Barreto e Néia Munhoz.
Iluminação: Ana Luz
Figurinos: Adriana Cunha, Natália Barreto e a mãe da Carol
Apoio: SOL DA TERRA
Mais informações no BLOG DA ADRIANA
Let's dance!
{8¬)
Ps.: arrisque-se a viajar pelos hyperlinks (palavras realçadas)

FALA ALDÍRIO!


Uma das perdas irreparáveis, para mim, é não ter conseguido uma chance de curtir ao vivo o programa de TV BAR FALA MANÉ, apresentado por ALDÍRIO SIMÕES. À época, morando em Sambaqui, onde iniciei meu curso de manezês, era o que me restava.
Graças aos sebos ainda existentes em Floripa - e é preciso que continuem a existir - consegui dois livros dele. Um foi passear e o outro (FALA MANÉ, 1998), de onde scanneio esta história, baderna em minha estante ao lado de Miller's, Bukowski's e Steinbeck's, entre outros.
Para os que conhecem os personagens e lugares citados, ofereço oportunidade de relembrança; para os que não tiveram esta sorte, o privilégio de tomar conhecimento.
FALA, MANÉ!
{8¬)

Ps.: arrisque-se a viajar pelos hyperlinks (palavras realçadas)

22 outubro, 2009

ITAJAÍ CONVIDA - TEATRO !!!

De 24 a 31 de outubro a REDE Itajaiense de Teatro realiza o 3 Itajaí Em Cartaz, durante a semana, no Teatro Municipal, Itajaí e região poderá prestigiar os espetáculos dos grupos da nossa cidade assim como os espetáculos convidados para abertura e encerramento.
Mais informações no site ITAJAI EM CARTAZ.
É logo ali, gente!
{8¬)

21 outubro, 2009

NATUREZA VIVA

Também gosto de natureza viva. Aliás, existe natureza morta? Tenho lá minhas desconfianças acerca da existência da morte. Creio que LUZ DEL FUEGO ainda dança a vida e que ainda querem lhe cobrar por isto.
Talvez, inconscientemente, tenha me inspirado nela, no caso desta outra tela.
{)

NATUREZA VIVA


senhores

&

senhoras

elegantemente

comem

as

frenéticas

linhas

do

corpo

de

baile

enquanto

em

silêncio

lastimam

seus

pares

de

noites

insones

20 outubro, 2009

NATUREZA MORTA

Por falar em artes plásticas, é sabidoo que cada um tem seu estilo e sua ferramenta. No meu caso, a ferramenta é a palavra. Então, cada pinta a seu jeito: FELLINI pinta com seus filmes, ISADORA pinta com seu corpo, BILLIE HOLIDAY pinta com sua garganta; eu pinto como eu pinto.
Enfim, aí vai:

NATUREZA MORTA

a negra cascata

que entre-seios

escorria

já não luz

jaz

no catre mofado

no quartinho dos fundos

flores

de plástico

uma mosca zumbe

Ps.: experimente clicar nos hyperlinks (palavras em realce); não tem perigo, são portas que te convidam; o quê, talvez, seja um perigo bacana.

HÉLIO OITICICA - CURTA METRAGENS

Recentemente, noticiou-se que um incêndio destruiu parte do acervo de Hélio Oiticica. Quem terá sido, é e será esta pessoa?
Vem aí alguns curta-metragens tendo este grande brasileiro com tema.
Aproveitem que até a pipoca é de graça. Basta ir até à cozinha e meter bala. Ou fogo.
{8¬)

16 outubro, 2009

A BARCA NÃO PODE AFUNDAR!!!

Será que se o Governador de Santa Catarina - Luiz Henrique da Silveira - e/ou o Prefeito de Florianópolis - Dário Berger - visitassem uma livraria ou biblioteca lá na Rússia, onde estão agora, dariam um pouquinho de atenção à BARCA DOS LIVROS?
Vejam esta imagem e digam o que pensam do que está acontecendo.
{8¬..

MULTI CONVIDA: FESTA COM ARTE

Pessoal,
Cumpadi Gastão manda avisar que não tem tempo ruim.
{8¬)

15 outubro, 2009

BARCA DOS LIVROS - PROGRAMAÇÃO

Por favor, prestem atenção a esta programação e digam se conseguem alguma explicação para o fato da Prefeitura de Florianópolis e o Governo de Santa Catarina não colaboram com a BARCA DOS LIVROS, esta instiuição de fundamental importância.
Alguémse habilita?
{8¬?

DALE PIBE!!!

Podem gostar, desgostar ou odiar. DIEGO MARADONA merece a vitória e a classificação. Não só porque jogou mais que qualquer outro (falo tranquilo, santista que sou) e não tem a cara de bunga do Dunba.
Sintam aí a fera em ação, pra quem não viu ou não se lembra mais.
Arriba, Marad10s !!!

{8¬)

DIA DOS PROFESSORES - II

Como sempre prefiro o lado bom dia vida e, por incresça que parível, tive mais professores bcanas que perebentos, fica aqui minha homenagem aos meus mestres.
Salve, Salve Dona França, lá do (naquele tempo) Grupo Escolar Wenceslau Brás (Passos - MG)!
Salve, Salve, Dona Doraci e Dona Vilma lá do GEPAN (Cosmópolis - SP)!
Salve, Salve, Minha Bunitinha, que é quem traça o meu riscado, hoje em dia!
Pra vós:

DIA DOS PROFESSORES - I

Veja que guria prendada. Além de atriz famosa, Maitê Proença é escritora (ou escreve e consegue publicar) e, pelo que se acredita, bem informada. E disse o que está aí no vídeo.
Por esta e outras bobagens - porque chamar de besteira é ecologicamente incorreto - ainda mais acredito que o que existe são alguns tipos de conceitos culturalmente elaborados, equivocados ou propositais, que, por comodidade, preferimos classificar como preconceitos. Socialmente, dói menos.
Talvez a maior parte dos professores de Dona Maitê, dentro e fora da escola, tenha dado sua colaboração.
E então?
{8¬?



Ps.: e que Fernando Pessoa, Camões e mais alguns possam perdoar esta rapariga!