27 junho, 2008

HAJA SANTOS!!!

Esta postagem é só pra combater a tentiva de esverdeação do blog, que é coisa quase séria.
Tó procêis!
{8¬)

IMPUNIDADE DA IMPRENSA

TV BANDEIRANTES. Jornal da Noite. Boris o Cauzóyo e Fernando, La Mitra, ladeiam e interrogam Roberto Macedo (ex-ministro de Collor... alguém se lembra dele?)
Macedo:
- É preciso que o Banco Central faça isto, aquilo e aquilo outro. Senão...

Sabe tudo, este guri! Realmente, a falta de memória é uma coisa de louco.
Como ta tua memória?
{8¬)

26 junho, 2008

PRA RIBA COM A VIGA!


Como o blog não cultiva a tristeza, experimentem este humor de antanho.
Conseguir ficar veiinho, o que não é pra muitos, tem cá suas vantagens. Isto, se o cara não atirou com a pólvora toda, com diz Vó Rosa.
Melhor seria se desse pra ouvir a explicação do Jair
Enjoy it!
{8)

Ps.: vídeo emprestado de http://www.youtube.com/watch?v=rZ3OK1iy5DI


BOA VIAGEM, SILVINHA!


Esta é uma grande perda!
Pra quem não foi obrigado a assistir o Xou da Xuxa e pode (com ou sem circunflexo?! aceitamos ajuda) escolher entre Jovem Guarda e Fino da Bossa, entre outros menos famosos, porém não de menor valor.
Silvinha Araújo também foi passear, ontem. Por aqui, encantou muita gente. Será lembrada por muita gente. Gente comum, claro.
O vídeo ainda me deu oportunidade de rever Valéria, minha colega de Unicamp nos idos de 83/84. Imagino que deve continuar bonita.
Bons tempos: aqueles e estes.
{8)

Ps.: vídeo emprestado de http://www.youtube.com/watch?v=R8UF-IcpuNE

IMPUNIDADE DE IMPRENSA

jJornal da Band. Bóris, o Cazóyo Bueca-de-Muela analisando a pesquisa para a prefeitura de São Paulo:
- Marta está em primeiro lugar com 31%. O ex-governador Alkiminxuxu vem logo atrás com 25%.


Logo atrás?! Isto é que é torcer.
{8¬)

25 junho, 2008

É AMANHÃ!!!

PARAÍSO TROPICAL é o nome da exposição.
PAULO GREUEL é o fotógrafo
A abertura é amanhã, 26 de junho de 2008, às 19:30 h.
O local é o MASC – Museu de Arte de Santa Catarina
O cara é fera e quem não for vai perder muito. Confiram em www.paulogreuel.com
{8¬)

24 junho, 2008

NÃO TENHO QUE ENGOLIR!

Nem vou discutir a qualidade futebolística do meu Santástico porque o trem está feio, mesmo. Tem uns caras que nem estão fingindo jogar. Sem falar na eterna cara de chorão do treinador. Ainda assim, eu queria sofrer durantes os 180 minutos.
Não me foi permitido. O canal de esportes ficou a transmitir o abatimento dos pênaltis de duas seleções européias. Só não vou chamá-las de chinfrins porque a nossa amarelinha está uma lástima faz anos. A última seleção com S maiúsculo foi a do Telê. Em prol do enfeiamento do futebol brasileiro deu azar, ao contrário de, por exemplo, aquela do Borreira em 94, quando o juiz inverteu uma falta que o Branco fez no holandês. O torcedor brasileiro tem a maior garganta do mundo, o quê prova o que tem engolido há anos.
Enfim, voltemos ao meu emputecimento. Alguém aí acredita que algum canal de TV europeu deixaria de transmitir um jogo do campeonato deles pra apresentar cobranças de pênaltis entre Brasil e Argentina?
E, aqui, a prosa toma outro rumo. Como seria se os brasileiros chegassem lá em Tókio pra comebebemorar os tais 100 anos da migração japonesa? Haveria quantos carros abertos a nos esperar? Haveria um clone da Sra. Cláudia Matarazzo, chefe de cerimonial do Serra, ensinando aos nativos como é que se aperta uma mão, assim como a dita cuja adestrou os tupiniquins a se curvarem “respeitosamente”?
Pois é... Agora mesmo alguns governos europeus estudam medidas para conter a migração de latinos e africanos, além de europeus que os bacanas de lá consideram como sendo de segunda classe. E olha que este pessoa investe o que não tem pra furar a cerca – ou pra pular aquele vergonhoso muro do irmão do norte, pra limpar latrinas e outros trampos do tipo.
Antes que ingênuos atirem a primeira pedra, nada tenho contra povo algum, seja lá de onde for. Dentre os poucos princípios do Anarquismo não consta o patriotismo. Exatamente por isto, não considero uma nação, ou nativo, melhor que outro. Só não nasci pra ser servil.
Como diz compadre Edão: é melhor reinar aqui que servir lá. Quem já tomou umas bramas na casa da Lição, lá no Quebra-Canela, sabe o quê digo quando falo em reinar.
Cada macaco no seu galho, galhos pra todos os macacos e a mata universal sem cercas nem hierarquia de tipo algum.
E tenho, Dito.
{8¬)

Ps. 1 - a quem interessar possa, mais informações sobre o adestramento ministrado pela assessoria paulista:
http://www.saopaulo.sp.gov.br/sis/lenoticia.php?id=95922&c=15

Ps. 2 - por que será que os japoneses não acham que a baleia é um bicho bacana?!

13 junho, 2008

FÃ DO FAM

O FAM é das melhores coisas que Floripa oferece. É assim que penso desde 2003, quando freqüentei o primeiro.
Porque o FAM vai além de oferecer imperdível oportunidade de conhecer a heróica produção audiovisual latino-americano (neste ano, estendida ao cinema finlandês). O FAM é para freqüentar e participar. Assistir é para amantes dos blockbusters shoppingnianos naquelas salas chics com seus carpetes salpicados de pipoca doce. Aliás, acabo de ver na TV que, por 125 milhões de dólares, o HULK, vai da Rocinha à New York. Os cineastas apresentados pelo FAM fariam uma centena de ótimos filmes com uma grana destas. Com certeza, os que preferem a ramela não concordam. C’est l avie...
E o FAM, que consegue superar-se a cada edição, será ainda maior quando Florianópolis, o Estado e o País freqüentá-lo, usufruí-lo. Não entendo, por exemplo, por que ele não é parte do currículo dos cursos de Artes Cênicas, da UDESC, e de Cinema, da UFSC. Sem falar nos cursos de História, Jornalismo e nos colégios e etc. Ele precisa fazer parte da vida de todos os florianopolitanos de nascença ou escolhença, desta cidade que tem para oferecer muito mais que belo gramado. Falta, talvez, acreditar que a vida vai um pouco além das ondas e areias. Daí, o FAM terá mais apoio do poder público e da iniciativa privada. E teremos ainda mais magia na Ilha.
Da mesma forma, é preciso encontrar formas de colaborar com Gilberto Gerlach e sua batalha para manter o Cine Clube Desterro em movimento. É preciso garantir que nossa maneira de ver e fazer o mundo não seja limitada às cercanias roliudianas.
Parabéns aos realizadores e freqüentadores deste, dos anteriores e posteriores FAM’s. Longa vida a todos!
{8¬)

LA VERDAD DUELE PERO CURA

Aí vai um trailler de MATAR A TODOS, um dos melhores filmes sobre as ditaduras militares que retalharam nuestra América e com a qual muita gente ainda sonha. Assisti, claro, no FAM 2008 (http://www.fam2008.com.br ). Não é apenas baseado em fatos reais, mas atuais. Trata de um assunto que está sendo investigado no momento e nós, brasileiros, temos alguma coisa a ver com esta tal Operação Condor.


Mais informações sobre o filme estão em http://www.escrevercinema.com/Condor.htm

Os.: pena que, muito dificilmente, num cinema próximo de ti.

IMPUNIDADE DE IMPRENSA

Sabem aquele papo xoxo que rola entre Heródoto, O Barbeiro, Artur, O Xexéu e Heitor, O Conyvence, nas manhãs CBNísticas, não tem?
Pois hoje, 13/06, Cony disse que é dispensado de votar há muito anos. E não vota e nem faz questão.
A pergunta a ficar calada é: como este senhor que se recusa a votar pode reclamar do que fazem os políticos eleitos, seja lá o que eles fazem?! Será ele como a Denise, que cala, mas não consente?!
Realmente, toda a Nação deve lutar pela liberdade de imprensa porque a impunidade já está garantida.
E cadê o Observatório?

E O DA ANTENA?!


No Jornal da Band de hoje, 12/06, Ricardo, O Boechato, sugeriu umas palmadinhas nas gurias fujonas. Jô, El Mir, disse que bastavam uns puxões de orelha. Alguém deve ter falado que elas precisam de carinho. A imprensa é que não tá acostumada com o termo.
Eu cá, emprestaria a mochila. Pode ser melhor cair fora antes de se acostumarem com a proposta. Senão...

Ps.: imagem emprestada do blog http://cat_3105.blogs.sapo.pt/10303.html?replyto=43839


12 junho, 2008

UM TAPINHA NÃO DÓI?

Jornal da Band. Reportagem sobre as adolescentes que haviam desaparecido de Sampa e foram encontradas em Curitibanos – SC. A mãe de uma delas comenta que, quando a filha voltar, vão retomar a proposta de viajar pelas cidades históricas. Não fala em castigo. Apenas diz que esta “fuga” tem que ser a última.
Bóris, o Cauzói Bueca-de-Muela, ao comenta:
- Uns tapinhas na bunda destas meninas não vão fazer mal.
Dá aquele conhecido sorriso e emenda:
- Sem violência, por favor!
A cena lembra-me Maluf, nos seus anos de sucesso, quando soltou a célebre “estupra, mas não mata”.
{8¬O

11 junho, 2008

REALMENTE...

Isto tudo, sem falar que a sessão desta Comissão de Investigação do Seonado é presidida pelo Seo Marcondes, o Perillo, que está sendo processado por trambiques eleitorais.
E a massa, pastando e reclamando...
Como acaba de dizer o Seo Flexa, o Ribeiro, há algo mais no ar além dos aviões de carreira. Inovou?


O Seo Sérgio, o Guerra, diz que ele, Seo Tasso, o Jereissatti, e mais algum, econtraram-se com Dona Denise, a Abreu. Na ocasião, ela lhes disse que tinha coisas sérias a relatar. E por aí, segue...

A MOÇA É QUEM NEM RASPADURA: É DOCE E NÃO É MOLE

Caso alguém não esteja entendo as postagens, são frutos do acompanhamento da sessão do Senado que investiga a influência de Dona Dirma no caso da venda da VARI(ZE)G.
Dona Denise, a Abreu, é inatingível, acaba de afirmar que ninguém a pressiona, mesmo se dizendo afilhada de Seo Lula, o Luis, ou de Dona Marisa, do Lula. Isto pode acontecer, mas lá com os funcionários de segundo ou terceiro escalão.

Eita, ferro!

VIXEEEEEEEEEEEEE!!!

E o currículo da Dona Denise, a Abreu, é o mais rículo que já passou pela Casa Civil. Vai ver, o deus do partido é aquele que pregava os humildes para ser exaltado

NÃO HÁ ESCAPATÓRIA

E o partido da Dona Denise, a Breu, segundo a própria, é o partido de deus...

DUELA A QUEM DUELA?!

Seo Arthur, O Virgilante, sempre com suas piadas inteligentes e sempre afirmando que o que importa é a verdade dos fatos.
Pois ele poderia começar exigindo investigações sobre o CASO ALSTOM.
Os interessados podem obter mais informações em:
http://www.estadao.com.br/nacional/not_nac185054,0.htm ou http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u409869.shtml ou ainda em http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/06/04/em_sp_governistas_barram_convocacoes_no_caso_alstom_1338772.html

O CASO VARI(ZE)G

Uma das coisas interessantes nesta nossa re(les)pública das bananas é que o que predomina é a conveniência da ocasião.
A Sra. Denise esteve lá na ANAC, viu todas as patranhas que envolvem a venda da mais famosa empresa aérea do país e ficou na miúda, caladinha.
Daí, quando lhe pareceu interessante, aplicou o beiço no trombone.
Por que será?!
E aquele papo de que “quem cala consente”?
Daí, os partidos da situação perereca em explicações e os da oposição, como toda oposição que se preza, aproveitam pra travar as reformas políticas, tributárias e etc.
E a massa? A massa permanece na sua opção “malandro agulha”...