30 junho, 2010

A PARTILHA

Inspirado neste nosso jetim de resolver as pendengas, tão comum à cultura deste Brasirsão onde quem parte não reparte, às vezes sai alguma. Então, pra aliviar, aí vai uma das brincadeiras que compus em um dos muitos momentos de paz e excesso de sossego que soem acontecer-me.
E nem tinha assistido o jornal das sete!
Desejo que ou que não gostem.
Divindo:

A PARTILHA

“quem parte e reparte,
fica com a maior parte”
(da ignorância popular)

a propósito,
não seriam o seqüestro, o estupro, o roubo,
a corrupção, o dízimo,
a esmola, a extorsão, a quermesse,
o golpe do baú, a prostituição e,
principalmente,
aquele nosso jeitinho,
meras alternativas de distribuição de renda
eclipsadas nas teses de Mister Adam Smith e seus neo-comparsas?

29 junho, 2010

COMO COMEÇOU ESTE PAPO DE ONG?

Iniciei a leitura de um livro que, creio, interessa àqueles que trabalham ou estudam marketing e, principalmente, que militam em ONG's ou desconfiam delas. Também pode ajudar a desmistificar aquele papo suspeito de que a INGLATERRA PROIBIU O TRÁFICO NEGREIRO por causa de seus valores capitalistas.
A obra é "
ENTERREM AS CORRENTES", de ADAM HOCHSCHILD, e está na bacia das almas das Livrarias Catarinenses pela fortuna de R$ 9,90. Depois ainda tem gente que diz que não lê porque livro, no Brasil, é caro!
Trecho que acompanha a figura abaixo, que foi scanneada do livro:

"Desenhado por um dos artesãos de Josiah Wedgwood e gravado em abotoaduras e em grampos para prender os cabelos de senhoras aos chapéus, este logotipo foi precursor dos broches de campanhas políticas que usamos atualmente.
Inscrição no logotipo: 'Não sou um homem e um irmão?
'"

Experimente a leitura. Mal não fará, por certo.

Ps.: para saber mais, clique nos HYPERLINKS (palavras realçadas).
{8¬)

27 junho, 2010

PRAIA DA ARMAÇÃO - FLORIANÓPOLIS

O mar é o mar, tem seu movimento e, por não ser humano, não reflete sobre si ou seu rumo. O Humano, por ser capaz de refletir, acredita que pode domar o bruto, como lapida o diamante por este não lhe parecer perfeito quando arrancado à lavra ou surgir no fundo da bateia.
Vejamos um dos frutos desta relação tão discutida e, por incrível que pareça, tão equivocada.


OUTROS ENGENHOS; OUTRAS CHEIAS

Acompanho, pelo noticiário, o que acontece com parte dos meus irmãos nordestinos em conseqüência da CHEIA que assolou regiões de PERNAMBUCO e ALAGOAS.
Muitos prejuízos materiais e, principalmemte, sociais, com aqueles que mais sofrem perdendo o nada que tinham - se é que isto é possível - perdendo até mesmo a própria vida. Impossível não ficar consternado ao ver as cenas e ler os relatos sobre mais esta tragédia causada por equivocadas escolhas humanas. As mesmas escolhas, com pouquíssimas diferenças, que causaram os estragos em
SANTA CATARINA no ano de 2008. Da mesma forma como está acontecendo em algumas praias de FLORIANÓPOLIS.
Entretanto, o mais triste, é perceber que estas equivocadas escolhas continuam nos sendo "vendidas" pelos poucos que sempre lucram com elas. Pior: são "comparadas" pela maioria da população devido à inocência ou opção pela desinformação. Haja visto o ilegal
CÓDIGO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE, embora aprovado pela Assembléia Legislativa de Santa Catarina.
Logo em seguida às tragédias, fala-se muito na FALTA de prevenção. Antes das tragédias, pouco se fala e, menos ainda, pratica-se a prevenção. Pensa-se (o Humano é um bicho de memória seletiva e curta) que a recente CHEIA alagoana é uma novidade; a maioria dos brasileiros já se esqueceu até da CHEIA catarinense. Inclusive muitos alagoanos e catarinas. Ler, talvez, possa nos ajudar a compreender um pouco mais sobre este fenômeno que deve continuar a existir por mais um bocado de tempo.
Na obra
MENINO DE ENGENHO (Editora José Olympio, 1981) o paraibano JOSÉ LINS DO REGO descreve uma cena vivida em sua infância. Pura poesia. Triste? Depende da opinião de quem o ler.
Vamos lá?






Ps.: clique nos HYPERLINKS (palavras realçadas) e verá muito mais além desta postagem.

22 junho, 2010

AINDA O GOLAÇO ENTRE ASPAS

Pois é...
Este GOLAÇO desonestamente comemorado pela quase toda nação brasileira, inclusives por alguns que vivem a cobrar honestidade pelos seus microfones e teclas, continua rendendo.
Segue comentário que postei no blog VISOR, de Rafael Martini, hospedado no site da RBS.

"A ÉTICA DA MÃOZINHA

O golaço de Luís Fabiano contra a Costa do Marfim foi irregular. Mesmo assim, comemoramos sem a menor parcimônia. O juiz validou e o atacante garante que foi involuntário. Não há o que discutir. Apoiamos a irregularidade sem questioná-la, porque nos beneficiou. Mas se fosse contra o Brasil, o que estaríamos dizendo, agora?
O Visor acaba de conversar com o professor de Ética da Unisul, Jaci Gonçalves, para saber se o brasileiro foi antiético ao comemorar o gol de Luís Fabiano. Em, tese, ele diz que não. Ética, explica Gonçalves, pode ser compreendida, também, como Justiça. Até admite que a irregularidade tirou um pouco do brilho do gol, deixando a torcida sem o gostinho da vitória plena, mas não pode ser vista como um retrocesso à máxima do ex-jogador Gérson, de que brasileiro gosta de levar vantagem em tudo. Qual a sua opinião, você acha que fomos antiéticos ao aprovar o gol do Fabuloso? Deixe sua mensagem:

Aceitei o convite e postei o seguinte comentário:
"A postura do tal "professor" deixa claro que melhorar salário não garante BOA EDUCAÇÃO. O sindicato dos professores deveria multá-lo por comprometer a imagem da profissão.
Quanto ao gol, além de ilegal, uma questão: O Luiz Fabiano teria feito o gol se não tivesse utilizado a mãos duas vezes?
Quanto à tal Ética, sabemos que também nas prisões, entre os condenados por esta nossa Sociedade ilibada, existe sua ética. No filme CABEÇA A PRÊMIO, de Marco Ricca, pode-se conferir que um matador de aluguel também pode ter sua ética.
A questão é de HONESTIDADE. E honestidade é uma das opções que se faz na vida. Relaciona-se com o cumprimento das leis estabelecidas.
E a comemoração do GOLAÇO? Oras, depois de um assalto exitoso, seus executores também comemoram.
Ainda bem que o projeto de lei FICHA LIMPA foi aprovado com várias facilitações. Senão, ficaria difícil a situação de muitos elegíveis, eleitos e, principalmente, ELEITORES.
Boa sorte pra nós todos!"

Ps.: clique nos HYPERLINKS (palavras realçadas) para saber mais; por exemplo: no vídeo, cuja URL está no hyperlink, é possível oouvir o locutor dizer que foi uma "ajeitadinha".

21 junho, 2010

VAMOS PROTEGER OS ANIMALESCOS!

Pessoal,
Tirem os inocentes e os incautos da sala que o filme contém fortes cenas de entregueismo e tentativas de abandono da RES PUBLICA.
Vamos colaborar?
{8¬?



Ps.: para saber mais, clique no HYPERLINK (palavra realçada)

POR QUE SER HONESTO?

Extraído do blog de CACAU MENZES, jornalista da RBS:

"
Classificado
Não foi com um gol de bunda e nem de 1×0. A
segunda vitória do Brasil na África do Sul foi mais fácil do que se imaginou. Sem sofrimento, em ritmo de treino, jogando pro gasto, com direito a dois gols de Luís Fabiano, o segundo totalmente irregular, embora o mais bonito do jogo, com dois chapéus e dois toques com o braço na mesma jogada. Problema é deles. Juiz validou, tem que comemorar.
Mas vamos combinar: o time nem teve tempo para se esforçar e jogar o que dele esperamos, e mesmo assim ganhou fácil. Adversário fraco, tremeu diante do nome BRASIL. Nesse pique, quando começarmos a jogar pra valer, vamos ganhar de cinco, seis…Eta Copa fácil!"


Comentário postado por mim:
"
Do teu texto:"(...) dois gols de Luís Fabiano, o segundo totalmente irregular, embora o mais bonito do jogo, com dois chapéus e dois toques com o braço na mesma jogada. Problema é deles. Juiz validou, tem que comemorar."
Como quase sempre, a HONESTIDADE não é necessária quando pode atrapalhar a conquista do objetivo. A julgar pelas declarações da maioria dos brasileiros, jornalistas inclusive, é difícil termos um Brasil sem trambique
."

Lamentavelmeente, Cacau não está solitário na sua aceitação, e até elogio, do trambique como forma de conduta.

18 junho, 2010

17 junho, 2010

JÚLIA

Esta é uma singela tentativa de oferecer um presente à Júlia, minha sobrinha-neta que vai chegar, porque hoy es el dia de cumpleãnos de Fany, su madre.
Aproveito para também oferecer àquela outra Júlia que brinca em Curitiba.
Bejotas pras três!
E HAPPY TUDO PRA FANY!
{8¬)



E a letra da canção é:

JÚLIA

Half of what I say is meaningless
But I say it just to reach you,
Julia

Julia, Julia, oceanchild, calls me
So I sing a song of love, Julia
Julia, seashell eyes, windy smile, calls me
So I sing a song of love, Julia

Her hair of floating sky is shimmering, glimmering,
In the sun

Julia, Julia, morning moon, touch me
So I sing a song of love, Julia

When I cannot sing my heart
I can only speak my mind, Julia

Julia, sleeping sand, silent cloud, touch me
So I sing a song of love, Julia
Hum hum hum...calls me
So I sing a song of love for Julia, Julia, Julia

Ps.: saiba quem é a Júlia inspiradora da canção clicando no HYPERLINK, palavra realçada)

15 junho, 2010

A COR DAS PENAS

Conheci SALVADOR em 1975, quando minha família morou na maravilhosa MADRE DE DEUS, uma das ilhas do RECÔNCAVO BAIANO. Até 1980 ajudei a esburacar a Rio-Bahia de tanto que fui e voltei. Em vezes mais espaçadas, ainda freqüentei Salvador até 1995, quando interrompi este circuito. Felizmente, antes do AXÓXO virar moda.
Pois é baseado vinte anos tomando água com os soterapolitanos que fico impressionado com a façanha TUCANA: como é que eles conseguiram o que nem ACM, em toda a sua glória, logrou: um palanque isento de negros!
Senão, vejamos. Onde é que, no vídeo abaixo, aparecem representantes da gloriosa Raça Negra que tanto contribui para a riqueza cultural e, principalmene, material da Bahia?



Será que além da tal massa cheirosa consagrada pela jornalista Eliane Catanhêde, só os galegos têm direito a TUCANAR?



Aliás, JOSÉ SERRA, candidato à presidência do BRASIL é contra o MERCOSUL e ainda afirmou que as CAMISINHAS CHINESAS TÊM CHEIRO DE PENA DE GALINHA FERVIDA.

Ps.: conheça mais sobre tucanos clicando nos HYPERLINKS (palavras realçadas)

FAM - PROGRAMAÇÃO 15/06

08hs30 - Sala Laranjeira - Centro de Cultura e Eventos
Workshop - Direção de Fotografia, Câmera e Iluminação Cinematográfica com o professor Pedro Lazzarini
Inscrições encerradas.

09hs00 - Sala Aroeira - Centro de Cultura e Eventos
Extra-FÓRUM - Encontro das Entidades do Sul

09hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra Infanto-juvenil (competitiva)
Carrapatos e catapultas, Almir Correia, Animação, 00:00:11
Enciclopédia, Bruno Gularte Barreto, Ficção, 00:14:00
Seca na Mesopotâmia, Direção coletiva, Animação, 00:09:23
Agora eu vou falar, Anderson Lima, Ficção, 00:04:44
Dayane e Zé Firo, Marta Kawamura, Animação, 00:10:54
A garrafa do Diabo, Fernando Coimbra, Ficção, 00:15:00
A Terra a gastar, Cassia Mary Itamoto, Celina Kurihara, Animação,
00:05:44

12hs00 - Teatro da UFSC - DAC
Reprise - Mais votados do júri popular

13hs30 - Auditório da Reitoria
Extra-FAM (não competitiva)
Versificando, Pedro Caldas, Documentário, 00:54:00
La Voz mapuche, Pablo Fernández, Andrea Henríquez, Documentário, 01:53:00

14hs00 - Sala Aroeira - Centro de Cultura e Eventos
Fala Curta - Conversa com realizadores do dia anterior

14hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra Infanto-juvenil (competitiva)
Carrapatos e catapultas, Almir Correia, Animação, 00:00:11
Enciclopédia, Bruno Gularte Barreto, Ficção, 00:14:00
Seca na Mesopotâmia, Direção coletiva, Animação, 00:09:23
Agora eu vou falar, Anderson Lima, Ficção, 00:04:44
Dayane e Zé Firo, Marta Kawamura, Animação, 00:10:54
A garrafa do Diabo, Fernando Coimbra, Ficção, 00:15:00
A Terra a gastar, Cassia Mary Itamoto, Celina Kurihara, Animação, 00:05:44

17hs00 - Teatro da UFSC - DAC
Mostra de Vídeo Mercosul (competitiva)
Ainda aqui, Renato Cabral, Ficção, 00:11:52

17hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra de Vídeo Mercosul (competitiva)
Vida vertiginosa, Luiz Carlos Lacerda, Ficção, 00:15:20
Mi compañero, Juan Darío Almagro, Documentário, 00:24:50
Ainda aqui, Renato Cabral, Ficção, 00:11:52
Vida vertiginosa, Luiz Carlos Lacerda, Ficção, 00:15:20
Mi compañero, Juan Darío Almagro, Documentário, 00:24:50
Palavra a palavra, Bhig Villas Bôas, Documentário, 00:15:00
Ninho dos pequenos, Ulisses da Motta Costa, Ficção, 00:11:30
Um animal menor, Pedro Harres, Marcos Contreras , Ficção, 00:20:20

18hs30 - Centro de Cultura e Eventos
Paralelas - Chico Peixoto Trio

19hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra de Curtas Mercosul (competitiva)
Ave Maria ou Mãe dos Sertanejos, Camilo Cavalcante, Documentário, 00:12:00
Azul, Eric Laurence, Ficção, 00:19:00
Obrigada!, Giancarlo Di Tommaso, Ficção, 00:06:30
Teresa, Paula Szutan, Renata Terra, Ficção, 00:18:00
Verdadeiro ou falso, Jimi Figueiredo, Ficção, 00:14:40

21hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra de Longas Mercosul
La mosca en la ceniza, Gabriela David, Ficção, 01:38:00

Para mais informações: http://www.audiovisualmercosul.com.br

14 junho, 2010

FAM - PROGRAMAÇÃO 14/06

08hs30 - Sala Laranjeira - Centro de Cultura e Eventos
Workshop - Direção de Fotografia, Câmera e Iluminação Cinematográfica com o professor Pedro Lazzarini
Inscrições encerradas.

09hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra Infanto-juvenil (competitiva)
Como comer um elefante, Jansen Raveira, Animação, 00:05:52
A língua das coisas, Alan Minas, Ficção, 00:14:40
Aziz, Alê Camargo, Animação, 00:04:47
As aventuras de Seu Euclides: Chegança, Marcelo Roque Belarmino, Ficção, 00:15:00
A magia do Velho Oeste, Talita Araujo Moro, Animação, 00:02:49
A barragem, Direção Coletiva - LAPIS, Animação, 00:09:25
Lusitânia: histórias de guerra, contos do mar, Coletivo, Animação, 00:06:27
A Terra a gastar, Cassia Mary Itamoto, Celina Kurihara, Animação, 00:05:44

10hs00 - Sala Aroeira - Centro de Cultura e Eventos
Extra-FÓRUM - Encontro das Entidades do Sul

12hs00 - Teatro da UFSC - DAC
Reprise - Mais votados do júri popular

13hs30 - Sala Laranjeira - Centro de Cultura e Eventos
Workshop - Oficina De Flip Book - Orientador: Marão
Inscrições encerradas

14hs00 - Sala Aroeira - Centro de Cultura e Eventos
Fala Curta - Conversa com realizadores do dia anterior

14hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Extra-FAM (não competitiva)
No meio do rio entre as árvores, Jorge Bodanzky, Documentário, 01:10:00
Chantal Akerman, de cá, Gustavo Beck, Leonardo Luiz Ferreira, Documentário, 01:01:00

15hs00 - Sala Aroeira - Centro de Cultura e Eventos
Fórum - Painel 3 – Indústria Audiovisual e Economia

16hs20 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
CINEFoot
Mauro Shampoo “ Jogador, cabeleireiro e homem, Leonardo Cunha Lima, Paulo Henrique Fontenelle , Documentário, 00:20:00
Geral, Anna Azevedo, Documentário, 00:15:00

17hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra de Vídeo Mercosul (competitiva)
Imagine uma menina com cabelos de Brasil..., Alexandre Bersot, Animação, 00:10:00
Itaúna Manajé. Intepretação e imaginário, Mariana Martins, Documentário, 00:25:00
Encontro com o Mestre, Marcelo Abreu Gois, Documentário, 00:05:00
Darluz, Leandro Goddinho, Ficção, 00:15:00
Ouija, Marcelo Galvão, Ficção, 00:12:31

18hs00 - Centro de Cultura e Eventos
Lançamento - Coleção "Indústria Cinematográfica e Audiovisual Brasileira"
Coordenação: Alessandra Meleiro

18hs30 - Centro de Cultura e Eventos
Paralelas - Grupo de Choro Olho D´Água

19hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra de Curtas Mercosul (competitiva)
Ensaio de cinema, Allan Ribeiro, Ficção, 00:15:00
Bailão, Marcelo Caetano, Documentário, 00:16:50
O Divino, de repente, Fábio Yamaji, Animação, 00:06:20
Blackouts, Marco Stroisch, Ficção, 00:19:00
A Guerra de Arturo, Pedro Arantes, Júlio Taubkin, Ficção, 00:19:36

21hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra de Longas Mercosul
Mal día para pescar, Álvaro Brechner, Ficção, 01:45:00

Para mais informações: http://www.audiovisualmercosul.com.br

13 junho, 2010

CALA A BOCA, GALVÃO!!!!

Como é sabido, o FRATURA adere a toda campanha em benefício da saúde pública.
}8¬þ


Ps.: clique para saber mais sobre GAVÃO BUENO

JOÃO SALDANHA, O SEM MEDO

Por falar em COPA DO MUNDO aí vai meu herói futebolístico, juntamente com o MARADONA e REINALDO.
}8¬)


Ps.: deixa de ser medroso e se arrisque clicando nos HYPERLINKS

FAM: PROGRAMAÇÃO DE HOJE, 13/06

Hoje, domingão bacana é tem mais FAM. Veja a programação:

08hs30 - Sala Laranjeira - Centro de Cultura e Eventos
Workshop
Direção de Fotografia, Câmera e Iluminação Cinematográfica com o professor Pedro Lazzarini
Inscrições encerradas.

09hs00 - Hotel Maria do Mar
Extra-FÓRUM
1º Encontro de Film Commissions da América Latina

10hs00 - Sala Aroeira - Centro de Cultura e Eventos
Palestra
Produzindo filme e digital com tecnologias Dolby por Carlos Klachquin
Para ver o conteúdo programático clique aqui

12hs00 - Teatro da UFSC - DAC
Reprise
Mais votados do júri popular

13hs00 - Sala Laranjeira - Centro de Cultura e Eventos
Extra-FÓRUM
Pré-Congresso Catarinense de Cinema
Cinemateca Catarinense

13hs30 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra Comemorativa: Cinédia 80 anos
O samba da vida, Luiz de Barros, Ficção, 01:44:00

14hs00 - Sala Aroeira - Centro de Cultura e Eventos
Fala Curta
Com os realizadores dos filmes
Conversa com realizadores do dia anterior

14hs00 - Auditório da Reitoria
Extra-FAM (não competitiva)
La Moneda, Pedro Dantas, Documentário, 00:52:43
Tamboro, Sergio Bernardes, Documentário, 01:40:00

15hs00 - Sala Aroeira - Centro de Cultura e Eventos
Fórum
Painel 2 - A TV pública e cultural do Mercosul

15hs20 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra Comemorativa: Cinédia 80 anos
24 horas de sonho, Chianca de Garcia, Ficção, 01:35:00

17hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra de Vídeo Mercosul (competitiva)
Vestígios do tempo, Ronaldo Adriano, Ficção, 00:19:20
Bazurto, animales alimentos de hombres, Natalia Iveth Gualy Lozano, Documentário, 00:15:02
Até o fim do dia, Gustavo Brandão, Ficção, 00:15:00
Avós, Michael Wahrmann, Ficção, 00:12:00
Áurea, Zeca Ferreira, Ficção, 00:15:00
7 Voltas, Rogério Nunes, Documentário, 00:19:58

18hs30 - Centro de Cultura e Eventos
Paralelas
Banda Compasso Aberto

19hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra de Curtas Mercosul (competitiva)
Inverno, Paulo Trejes, Ficção, 00:18:21
O nome do gato, Pedro Ribeiro Coutinho, Ficção, 00:20:00
Insano jazz, Hélio Coelho, Animação, 00:05:00
Recife Frio, Kleber Mendonça Filho, Ficção, 00:24:00

20hs45 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Homenagem
Fórum dos Festivais

21hs00 - Garapuvu - Centro de Cultura e Eventos
Mostra de Longas Mercosul
Mentiras piadosas , Diego Sabanés, Ficção, 01:40:00

12 junho, 2010

FIZ QUE FUI MAS NÃO FUI

Hello, crazy people!
Como diz BIG BOY: Shasça rides agan!
Após uma breve , porém incômoda (ao menos para mim) pausa, retorno ao nosso fraturado playground. Tendo, neste período, passado por duas cesáreas oculares, volto vendo o mundo com outros olhos. Até penso em descolar um trampo de OBSERVADOR DE TAINHAS.
Enquanto isto não rola, vamos animar a festa com uma das músicas que mais curto. Principalmente, pela letra. Vamos nesta!



(YOU GOT TO WALK AND) DON'T LOOK BACK
Mick Jagger & Peter Tosh

If it's love that you're running from
There is no hiding place
(You can't run, you can't hide, you can't run)
Just your problems no one elses problems
You just have to face
(You can't run, you can't hide, you can't run)

So if you just put your hand in mine
We're gonna leave all our troubles behind

We gonna walk
And don't look back (Don't look back)

We gonna walk
And don't look back (Don't look back)

Now if your first lover let you down
There's something that can be done
(You can't run, you can't hide, you can't run)
Don't heal your faith in love
Remembering what's become

So if you just put your hand in mine
We're gonna leave all our troubles behind
We gonna walk
And don't look back (Don't look back)
We gonna walk
And don't look back (Don't look back)

Places behind you
There to remind you

If your first lover broke your heart
Something can be done
(You can't run, you can't hide, you can't run)
Don't heal your faith in love
Remembering whats been lost
(You can't run, you can't hide, you can't run)

(P.T.) How far you been walking man?
(M.J.) About a hundred miles
(P.T.) You still got some more to walk man
(M.J.) I know, don't remind me about it
(P.T.) I'm getting tired, but I still got to keep on walking
(M.J.) I'm walking barefoot
(P.T.) You know, keep on walking
(M.J.) You got to walk and don't look back
(P.T.) Keep on a walking
You got to walk and don't look back
Keep on a walking
You got to walk and don't look back

P1 - Para mais informações, clique nos HYPERLINKS; até para saber quem é Big Boy, que tive o privilégio de ouvir, por muitos sábados e anos.
P2 - E venham para o FAM, que começou ontem com um baita filme do Marco Ricca, CABEÇA A PRÊMIO, e vai até o final da próxima semana.