14 abril, 2008

15° FESTIVAL DE TEATRO ISNARD AZEVEDO


VINEGAR TOM, de Caryl Churchill
Tradução de Cláudia Mussi
Direção: Brígida Miranda
Montagem do Centro de Artes da UDESC - CEART
Dia 17 de abril, quinta-feira, às 21 horas, no Teatro Ademir Rosa - CIC

Sinopse:
História da caça às bruxas do século 17 na Inglaterra sob o ponto de vista das mulheres. Um fazendeiro e sua mulher transformam suas vizinhas em bodes expiatórios para seus problemas econômicos e conjugais. O casal atribui a sua infelicidade a Joan Noakes e Alice, mãe e filha, que vivem fora dos códigos morais. O assunto é levado às últimas conseqüências quando um caçador de bruxas chega à cidade.
Acessem http://www.floripateatro.com.br/index.php?id=393&mod=evento para informações, direto do site do evento.

11 abril, 2008

A DENGUE AINDA VEM AÍ

O fato de continuar a ver o OPINIÃO NACIONAL (TV Cultura) com um PROGRAMA DE CONCORDATES, não significa que não gosto de assisti-lo. Os temas, quase sempre, são importantes, mesmo não havendo debates. O que é próprio desta emissora, excetuando-se o PROVOCAÇÕES, apresentado pelo Abujamra,
Bem, o programa desta quinta, 10/04/08, foi sobre dengue e outras doenças tropicais e torço muito para que os envolvidos no combate a estas doenças, assim como os sujeitos a elas, tenham-no assistido.
Dentre os participantes, um em especial chamou-me à atenção: Domingos Alves Meira, professor-titular da Faculdade de Medicina de Botucatu – SP. É raro alguém citar os problemas sócio-ambientais como causa de crises como esta da (o?) dengue que assola aquela terra "abençoá por dê e boni por naturê", como canta o Babulina.
Resolvi googlar e encontrei a página
http://proex.reitoria.unesp.br/informativo/WebHelp/2002/edi__o11/professoressociais.htm que traz algumas informações sobre ele e, principalmente, algumas das suas opiniões. Por exemplo:
"É claro que publicar trabalhos é importante para a carreira acadêmica. Mas, é muito mais importante um trabalho que promove impactos positivos na vida em sociedade, como, por exemplo, prestar assistência judiciária, odontológica e médica, prestar consultoria na área agronômica para produtores, prestar atendimento veterinário etc. São todas atividades assistenciais que fazem parte do papel social de qualquer universidade".
Outros participantes também apresentaram opiniões e sugestões importantes. Quem assistiu ao programa, ganhou. A meu juízo, se é que desfruto de algum.
E aproveita a postagem pra afirmar que, ao contrário do que acreditam alguns (né, Susannah?) não quero pulverizar as universidades e outros quartéis acadêmicos. Quero é senti-las mais próximas do tal povo que, afinal, é quem banca salários e bolsas de estudo. Ou alguém aí acha que são o CNPq e assemelhados que pagam a fatura?
Brigadim, Seo Domingos!
{8¬)

Ps.: brevemente, teremos dengue também aqui em nossa bela Floripa; até pode ser que não, mas...

08 abril, 2008

LITERATURA BRASILEIRA

Assisto Letra Livre, programa sobre literatura da TV Cultura.
Para escrever seu novo livro, Rui Castro diz que tomou emprestado Leonardo, um personagem do romance Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida.
Paulo Lins pede a palavra e diz que, para escrever seu novo livro tomou emprestado Cassi Jones, um personagem do romance Clara dos Anjos, de Lima Barreto.Riem.
Meras coincidências, não é mesmo? Essa nossa moderna literatura exposta nas vitrines shoppinianas é mesmo de arromba!
Fica fácil entender porque faltou e falta espaço pros Sampaios da vida.



Floripa, 07/04/08

ALGUÉM AÍ SABE QUEM É O RAPAZ NA TELINHA?

Pra compensar a longa ausência, um achado. Principalmente do Becown.
Agradeço a ele por disponibilizar este vídeo e o divido com meu povo.
Lá no http://www.youtube.com/watch?v=NyL-XwrFw9E tem mais.
E como diz a letra, na gaveta não adianta nada. Viu Chiquinho?