08 março, 2007

FELIZ DIA DAS GURIAS!!!

QUE O VIVER LHES SEJA LEVE E PERFUMADO
POIS SEM VÓS
SERIA O MUNDO SORUMBÁTICO E TACITURNO
SEM VOZ
E numa singela homenagem a todas as meninas que tenho e àquela que me tem:

PRA TU VÊ ...
deus
um cabôco de muita paciência
(um trem que poderia ter feito num vapt-vupt
acabou por levar uma semana da sua santa eternidade!)
fez o mundo e as coisas todas:
as paradas, as móveis e as imóveis
fez o homem
(os imóveis inventaram os automóveis)
e de uma lasca deste
fez a mulé

pronto o serviço
deu um passo pra trás
enxugou o suor da testa
(embora o sol só tivesse uma semana de brilho
tava de rachar mamona)
admirou aquela sua obra-prima
(até pensou umas besteiras mas...)
sorriu satisfeito e disse:
- cuida deste trem todo pra mim, minha filha

no sétimo dia
criou as férias e partiu pra curtir uma ilha famosa
chegou a ser visto flanando pela noite do centrinho da lagoa
(embora ninguém o tenha fotografado
há quem jure ter ouvido um cabel(barb)udo exclamar
ao ver um semelhante a enfiar sementes num barbante:
- jisuis! haja paciência!)

tava feito o paraíso

não fosse este bando de cornos
(alguns estabelecidos
outros candidatos a)
que teimam em não obedecer as gerentas
a gente tava nadando de braçada

floripa, 04/03/06



8 comentários:

Bir disse...

Negão,
Só ocê mesmo... Só uma pessoa que já refletiu muito sobre a vida (ou que tem a sorte de enxergar com clareza) reconhece as coisas como vc. Beijão, Bir

Susanna disse...

Meu amigo,

Teu jeito de contar as coisas, de descrevê-las tem uma sutileza da maturidade que a gente adora!

Beijos,
Susanna.

Anônimo disse...

Não li, de forma clara somos dependentes de vós, ou algo parecido.
O primeiro verso é belo, me senti uma fulô em seu jardim... Que nem é de Édem.
É, pelo jeito sua veia poética enraizou nesse lugar. Já que é assim: vamos colher os frutos uai!
Bjs, Ivete Leite.

Fabiana disse...

vc eh fantastico!!!
bjao

Lu disse...

Desta vez sou o-bri-ga-da a concordar contigo!!
beijos!!

cidabala disse...

Donde vem tanta inspiração?Só pode ser dEle...Quando estes mesmos homens,imóveis de automóveis compreende-lo...saberá que tudo lhe é emprestado ai sim estrão no pariso.Gostei!bjs

justabile disse...

Shasça, gostei muito, principalmente do teu espírito sagaz e sarcástico. Me fez lembrar de todas as coisas simples que me fazem rir.
Beijão, Ju

Mani disse...

Recebi, há poucos dias, como presente de amiga secreta, um cd com tuas poesias musicadas, um verdadeiro presente... adorei! A brasilidade presente no eu-lírico, nos faz ouvir e reouvir, pensar e repensar, e, muitas vezes, simplesmente nos embalam... Valeu Clarissa!