08 abril, 2011

PANORAMA SOCIAL

Entre outras coisas, veja este fato sucedido em São Paulo, a cidade mais rica do Brasil e onde estão situadas as melhores universidades, os mais importantes jornais e o maior PIB municipal. Está nas páginas do jornal O ESTADO DE SÃO PAULO de 07/04/2011, anteontem: "Morador de rua é queimado por desconhecidos em SP"
Quando olho em volta ou leio os jornais penso que, talvez, parte da Humanidade tenha optado pela sordidez desde que o homo sapiens classificou-se como Homem e, portanto, superior a tudo o mais, inclusive aos outros homens. Alguns afirmam que antigamente não havia tanta maldade como atualmente (gostou da rima?). Porém, com um mínimo de conhecimento histórico é possível perceber que nosso chamado desenvolvimento social é fruto de uma seqüência de massacres que perdura até hoje, seja nas guerras ou controle do destino das riquezas (independente de onde esteja a mina, os donos dos diamantes têm o mesmo endereço, assim como os famintos).
Numa tentativa de não amenizar a responsabilidade social sobre O QUE ACONTECEU A ESTAS CRIANÇAS TODAS (todas!) no Rio de Janeiro, ofereço esta suave poesia. Faz um bocado de anos que a compus mas ainda é assim que vejo este


panorama

lá ia o menino
descendo a rua feito um raio
correntinha na mão
atrás
outra mulher
- PEGA LADRÃO!!!

então
alguém solidário ao seu medo e ódio de ser lesado
na rua em casa no templo no trabalho
interrompe o sonho do menino
“adeus cola fumo treizoitão"
talvez "doce pastel feijão...”

agora
os homens desejam o sangue do menino
a sede é geral e alguém tem que saciá-la
- LINCHAAA!!!

os olhos arregalados
o coração pela boca
o camburão chegando
os homens limpando as mãos
o camburão indo...
alguns xingando... outros rindo...

a neurose da cidade
foi mais e mais se clareando
e num crescendo alcançou minha janela
e eu também não fiz nada
como o cara indeciso entre a moto e as curvas da moça
que olhava a vitrine
que refletia mendigos blasers ladrões fardas batinas
e toda a gosmenta fauna humana

outro sinal fechado...
outra corrente...
outro sangue..
e outro...

círculo fechado?


s.: clic nos HYPERLINKS (palavras realçadas) para saber mais.

6 comentários:

@PortalMatrix disse...

Boa poesia!retrato social

@PortalMatrix disse...

Boa poesia!retrato social

Gy Camargo disse...

Excelente colocação. TODOS eram crianças amedrontadas e encurraladas dentro de um contexto social que a maioria desconhece.
Abraço.

Ingrid disse...

Linda essa poesia !!! Infelizmente é o retrato do Brasil !! As pessoas se acham no direito de julgar , condenar e de aplicar a pena de morte ! Decidir quem deve viver e quem deve morrer . Esses casos não podem mais virarem apenas "mais uma estatística ; é necessário e urgente que se faça alguma coisa para inibir essas barbaridades .

Mara Farias disse...

A sociedade brasileira vive o caos desde a invasão,nunca tivemos paz nem somos bonzinhos,a luta por mudança ainda deve existir em cada coração que arde a crítica social,pq somos enganados todos os dias pelos verdadeiros homicidas da nação.

A Cara da Poesia

Carmen Regina Dias disse...

Poesia emocionada...deixa beijos para o POeta na alma.