21 outubro, 2013

FÓRUM CULTURAL FLORIANÓPOLIS: A ÁGORA

 
Um dos pleitos do FÓRUM CULTURAL FLORIANÓPOLIS, fundado em 2009, era a criação de uma secretaria específica para a Cultura no âmbito municipal. Com a chegada de César Souza Jr. ao comando do Poder Executivo local este pleito tornou-se realidade. Poucos meses depois de empossado, o Secretário Luiz Moukarzel foi exonerado – a pedido, pelo que saiu na imprensa. Até o presente momento, o cargo está vago e, também segundo a imprensa local, o Prefeito se dispõe a receber indicações para o futuro secretário.
Ora, há um ditado antigo que reza: “o dono do touro é que pega no chifre”. Então, talvez este seja um momento propício à retomada das atividades do Fórum que, juntamente com a sugestão de nome(s), poderia interferir efetivamente na política municipal para a Cultura.
Vejo e ouço muita gente reclamando das dificuldades. E se esta energia gasta com reclamações fosse aplicada à efetiva participação na tomada de decisões? Desta maneira, talvez os produtores e consumidores de atividades artísticas e culturais de Florianópolis conquistassem avanços mais  significativos  do que ficar aguardando o lançamento de editais e, depois, reclamando dos mesmos.
Vamos à
ÁGORA?


Ps.: saiba mais clicando nos HYPERLINKS (palavras realçadas)

4 comentários:

Anônimo disse...

O Fórum deve ser reativado não por necessidade de indicação do novo secretário de cultura. Esta é uma demanda do executivo e não do movimento cultural. O Fórum será reativado sim, por motivos mais significativos.
Murilo Silva - fundador do Fórum Cultural de Florianópolis e seu primeiro presidente

Fátima Costa de Lima disse...

O Fórum Cultural de Florianópolis garante a voz e o olhar dos trabalhadores da arte e da cultura dessa capital sobre a atuação governamental que se mostra sistematicamente ausente, ignorante e preconceituosa contra a população que as produz. É um descaso histórico que causa constrangimento. Mas, o que fazer? É exatamente como a educação: arte e cultura se aprende em casa. Além disso, historicamente elas costumam atestar a maturidade intelectual, emocional, sensorial e criativa de uma comunidade. Mas, se para isso Florianópolis tiver que espelhar-se em seus governantes ... fica para o século que vem! Basta uma olhada em outras cidades do Estado, como Itajaí e Chapecó. Como disse outro dia uma amiga: Florianópolis deve ser o único caso no Brasil em que, em termos de políticas públicas para arte e cultura, a capital perde para o interior.

Shasça disse...

Murilo, no meu entender, o Fórum precisa ser reativado pela própria necessidade de ser reativado. O fato de o Prefeito dizer que pretende ouvir as pessoas da "área cultural" torna este momento propício à reativação.
Pode ser interessante refletir sobre o comentário da Fátima, também uma das fundadoras do Fórum.
Creio que o importante é sair do marasmo atual.

Unknown disse...

Eu só peço a todos os santos, Deuses, políticos e colegas da cultura que indiquem e coloquem alguém que não queira disputar espaço e competir com os produtores (sem "chupar" idéias e projetos) e, sim, que queiram apoiá-los, ou seja, "fomentar" (explicitamente... do dicionário: "Promover o desenvolvimento, o progresso de; estimular; facilitar: incitar) Ah! E que ao invés de dizer que não tem verba e poupar em nome da prefeitura (que não vai gastar em saúde, educação, etc e tal, como bem sabemos) que paguem os artistas!!!!!!!!!!!!!!