08 março, 2008

OPINIÃO NACIONAL?!

E no Opinião Nacional, programa de concordates da TV Cultura, um punhado de engravatados analisam profundamente a crise entre Colômbia, Equador, Venezuela e as FARC.
E o objeto de estudo lá no meio da mata, trocando balas de verdade.
E a minha opinião sobre os concordatedores: eles devem ficar apavorados quando a manicure arranca um bife na hora de fazer as unhas.
A academia é mesmo uma delícia opiosa...
Lembrei-me, agora, de uma brincadeira dos tempos de Unicamp, com a qual o Fernandim concordou nadica:

o ópio do povo

“o futebol é o ópio do povo”
“a religião é o ópio do povo”
“a televisão é o ópio do povo”
“o carnaval é o ópio do povo”

o ópio do povo é o ópio do intelectual
o intelectual é o ópio do povo

unicamp, nalgum daqueles anos



E aí, Cumpadi Fernandim?

6 comentários:

Anônimo disse...

Engraçaado vc comentar isso sobre o programa... O que vc queria? O programa tem esse objetivo, fazer comentários, críticas etc. Ele existe por isso. Queria que eles arregassassem as mangas e fosse lutar no campo de batalha? Pára de criticar a tal "academia" cujo sentido vc não especifica... Seria interessante vc colocar um comentário sobre algo que eles disseram e com o que vc não concorda, aí sim, poderíamos pensar em discutir...
abraços, susannah

História em Pauta disse...

opiar

o próprio
povo que é sábio
nem sabe o que é ópio

a papoula dá a flor
a aranha faz a teia
pinto pia por piar
caranguejo dá na areia

guerrilheiros endurecem
jornalistas papeiam
blogueiro pede farpas
intelectual morre na praia
todo estado tem suas farcs

pensar é nada
mas se for pensar bem
todas as idéias
estão fora de lugar

(com um abraço de saudades
do tempo que eu tanto discordava!)

cumpadi Fernandin

Shasça disse...

Meu cumpadi Fernandim, não baixe a guarda. O couro tem que comer e a roda tem que rodar.
E, como dizem nas rodas de samba, tocadô qué bebê!
{8¬)

Shasça disse...

Susanna, tentei responder com um comentário, mas não consegui me segurar.
Brigadim pelas farpas!
{8¬)

Anônimo disse...

Concordo plenamente com a Suzannah. Para discutir, criticar e brigar por algo não é necessário passar fome, sede ou carregar as armas. Palavras também são armas. E sobre a academia, o que é a academia?? Critica-se tanto mas sem ela muitos eventos e discussões não existiriam. Aliás, discussões e eventos que tu adoras participar. Beijos, Clarissa

Shasça disse...

Clarissa,
Em nenhum momento nego aos acadêmicos, assim como a qualquer pessoa, o direito de opinar sobre o que quer que seja. É baseado neste direito que digo o que penso. Também por isto, freqüento debates quando o tema me atrai e posso.
Sugiro que leia minha resposta à Susanna no post “CRITICAR, CRITICO! , que fiz em seguida a este. Aliás, ainda espero a contra-resposta dela.
Bejotas, Bunitinha.
{8¬)