14 dezembro, 2007

POIS, AGORA...

Deu no http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u354988.shtml

“14/12/2007 - 14h08
Líderes de oposição já admitem criação de nova CPMF em 2008
GABRIELA GUERREIROda Folha Online, em Brasília

A oposição já admite rediscutir a implementação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) depois de ter derrubado a manutenção do "imposto do cheque" no plenário do Senado nesta semana. Nos bastidores, líderes do DEM e do PSDB acenam com a possibilidade de negociar com o governo a recriação da CPMF em 2008, desde que a mudança ocorra no âmbito da reforma tributária a ser enviada ao Congresso.
O senador Heráclito Fortes (DEM-PI) disse que apesar da postura contrária do DEM à CPMF, o partido aceitar negociar o seu retorno --se o governo firmar o compromisso de mudar a sua estrutura. "No formato atual, o próprio presidente Lula não aceita o retorno [da CPMF]. Agora, pode, se colocar um botox e tirar umas gordurinhas", ironizou o democrata.”


E eu, que já tava pensando em comprar uma mansão em Jurerê com o troquinho que iria me sobrar, como fico? Pelo jeito, os empresários não terão tempo de reduzir os preços dos bens e serviços, conforme era a sua intenção, com o fim do alto peso tributário que a CPMF impunha aos brasileiros e brasileiras.
Ô Seo Heráclito, como ficam as sagradas “mãos-santas” das donas de casa que já se preparavam pro curso a ser oferecido pela Fundação Getúlio Vargas sobre como administrar os 40 bilhões que ficariam com elas?
Bem que o Lavoasê do Mão Santa diz que nada se cria, nada se perde... Pode trocar o epíteto pra Boca Santa. Ou Holly Throat.
Onde é que fica o túnel do fim da luz, mesmo?!
{8¬)

2 comentários:

Kadiko disse...

Poisentão... Este episódio da CPMF nos remete a conjecturar o que se passa no Senado. Tudo bem que é um imposto, injusto e injustificado. Agora, não dá pra entender como Senadores do porte de Mão Santa, oriundo de um Estado, digamos, necessitado, vote contra um imposto. O mesmo pode-se dizer dos que representam Rondônia e Roraima. Acho que eles estão é facilitando o discurso para o PTesão, de que eles são incompetentes mesmo, e que devem ser substituidos na próxima legislatura... Poisagora!!!

Dudé disse...

Pois é meu amigo, e eu que estava querendo comprar um barraco em Jurerê. Já estava com o financiamento pela CEF preparado já contando com a “economia” da cêpêméfe.
Agora terei que adiar meu casamento. Espero que a futura esposa entenda.
Esses políticos brasileiros!!!!!
Dudé