04 fevereiro, 2009

EDUCAÇÃO PARA TODOS?! III

A burocracia é fruto do interesse dos que reinam em permanecer reinando e da eternidade no cargo da qual goza o servidor público (se a eternidade é merecida ou não, fica pra outro momento).
Em janeiro de 2008 fui três vezes ao
POUPATEMPO de Campinas, importante cidade de São Paulo, considerado o estado mais "avançado" do Brasil e, mesmo depois de muitas filas, não consegui a segunda via do meu RG. Paguei fotos, taxas e sapos nas filas e continuo com o documento antigo. Considerando isto, penso que é normal o Piauí “demorar” 30 dias para emitir um certificado de conclusão de curso. Afinal, o Piauí do consagrado senador Mão-Santa é considerado um dos estados mais “atrasados” deste nosso mesmo Brasil. E olha que o Piauí produz, entre outros talentos de verdade, Torquato Neto e Ferreira Gullar!Felizmente, o governo do Piauí fez a bola correr, coisa que o de São Paulo parece não saber fazer. Agora, é com o Geovan!E o importante é que o guri conseguiu matricular-se no curso para o qual foi aprovado, tendo disputado a vaga dentro das exigências da UFRGS.
Meu cumpadre Saci.bola inseriu um link no seu comentário, quando deu a boa notícia neste blog. Porém, o link não abre a página. Os interessados em boas notícias (que, apesar de não aparecerem na mídia, existem) podem acessar clicando em:

04/02/09 - 15h33 - Atualizado em 04/02/09 - 16h55 Federal do Rio Grande do Sul matricula morador de rua Governo do Piauí enviou documento que faltava por fax.Candidato foi aprovado no vestibular no curso de matemática.

Ps.: parodiando o Magdo: VAI QUE É TUA GEOVAN!
{8¬)

4 comentários:

Susannah disse...

Eu não acho natural um órgão público demorar tanto para emitir uma segunda via de qualquer documento, um certificado ou um atestado qualquer. É um direito do cidadão ter o seu direito respeitado e um dever do Estado em assegurar esse direito. Se o Geovan conseguiu é porque teve intervenção do governo do Estado, pois o caso dele virou notícia etc. Ele se tornou, pela imprensa, uma vítima e um símbolo daquele extrato da população que pouco tem e que, por mérito próprio, consegue estudar e entrar na faculdade, sonho almejado por tantos em nossa sociedade. Eu só vejo com tristeza tudo isso (não o rapaz que entrou na faculdade), mas o sistema todo que não funciona com alguma intervenção poderosa. Quantas pessoas não tinham pressa na emissão do seus documentos, nhein? E o do rapaz passou na frente ...

Susannah disse...

Errata: em vez de: "mas o sistema todo que não funciona com alguma intervenção poderosa." leia-se " mas o sistema todo que SÒ funciona com alguma intervenção poderosa".

nadeje disse...

ô meu... como um bom paulista, afinal o cara fez ou não a matricula, me parece que sim... coisas do nosso brasil, até quando? até, talvez vazar aos nossos pés?
beijos

Anônimo disse...

Se ninguem vai defender o Poupa Tempo paulistano, eu vou.Fui no Poupa Tempo em Santo Amaro, (S.P.), a 04 anos atraz, e consegui o documento no mesmo dia.Dei entrada às 8:00 da manhã, e fui buscar às 17:00Hs.
Sobre o Geovan ...Parabéns pra Ele.
Não precisou do absurdo mecanismo racista de COTAS para ingressar na faculdade.

Abraços...Fernando Pires