31 dezembro, 2009

CONTO MANEZIM

E aí vai um conto manezinho, quase infantil, composto para ser presente de aniversário e que, também, exprime meu agradecimentoa esta Ilha e seu povo que me trata muito bem. Desejo que vocês gostem de mais estas palavras brincantes.
Bom divertimento!
{8¬)

A PRINCESA DOS INGLESES

Numa ilha quase distante, existe um reino onde gaivotas, ondas e até baleias grandonas com suas filhotas brincabitam felizes. Como em todo reino, nele também há um castelomínio e seus nobres e atarefados desfrutantes.
Antigamente, nos momentos de folguedo, os nobres ocupavam-se em comer, beber e jogar canastra. Talvez, um pouco mais trincas que canastras. Naqueles tempos, o reino era dominado por uma rainha bem diferente daquelas dos contos de fadas: Preta, a rainha dos Ingleses! Preta é diferente das rainhas comuns por seus longos cabelos cobrirem-lhe todo o corpo, balançar a cauda quando está contente e ter a mania de perturbar banhistas e vendedores de queijo coalho que invadem sua praia.
Certo dia, tchan tchan tchan tchannn! Damas, reis e valetes viram as ondas trazendo uma lua crescente flutuando no meio da espuma. Largaram as cartas e correram à praia. Maravilhados, perceberam que não era lua. Era uma baleeira prateada com um presente em sua proa. Um dos nobres disse que devia ser replay de uma história que havia lido num livro antigo e famoso. Entre “ós!” e “olhós!” (ouviu-se até um “olhó lhó!”), lembraram que o Rio Nilo fica bem longe dali. Então, o presente só podia ser mesmo para eles. Ao se aproximarem mais, viram que era uma menininha de cabelos cacheados e olhinhos brilhantes, curiosos. Alguém gritou:
- Ela merece uma festa!
Claro que todos concordaram, né?
E, desde então, os Ingleses ganharam uma princesinha que logo conquistou nobres, gaivotas, ondas e até as baleias grandonas e suas filhotas. O reino e, principalmente, o castelomínio nunca mais foram os mesmos, pois a felicidade de todos passou a ser maior ainda.
Hoje, muito, muito tempo depois, Preta continua reinando. Exceto quando estoura algum rojão. Júlia é quem domina os Ingleses.



Ps.: experimentem os hyperlinks (palavras em destaque)

2 comentários:

Paulo Flores disse...

Nobre escritor:
Quem é Julia ?

Mesmo sem saber, gostei do texto.

Ingleses tem a minha cara: farofeira, democratica, descompromissada, abusada, falsa magra e linda ...

ovidio disse...

Muito bom!
Fiel retrato do lugar.